Arquivo de etiquetas: Orbias

Semanário 71

Atrasei-me porque, bem, porque tive muita falta de tempo. Não há mesmo outra razão, mas o trabalho tem sido tanto que eu nem tenho dormido direito (não é normal, mas desde sexta-feira que ando numa correria).

Entretanto, na semana que passou recebi o meu primeiro “não” editorial. Foi mais rápido do que esperava, e sinceramente nem fiquei muito surpreendida, embora ficasse algo desapontada. Ainda tenho de aguardar umas quantas respostas, embora não tenha grandes expectativas, não por achar que não merece (a obra) mas porque sei que não é o meu trabalho mais “comercial”. É uma história diferente e estranha, que possivelmente não apelará a todo o tipo de público, e assim sendo a publicação torna-se mais difícil, pois todos sabemos que o mundo editorial é um negócio acima de tudo (não que esteja a criticar).
Fico a aguardar mais respostas e depois logo decidirei o que fazer a seguir.

Também tive umas trocas de ideias muito produtivas e esclarecedoras com o Fábio Ventura (autor da saga Orbias), que além de ser muito simpático, é uma daquelas pessoas que está sempre a evoluir e por isso é um prazer seguir a “carreira” literária dele. O  Fábio é realmente um escritor excepcional, a manter debaixo de olho, e que me tem dado umas boas dicas.

Trabalhei mais um pouco no Angel Gabriel mas não consegui avançar muito, embora tenha feito progressos significativos e tenha tido uma ideia excelente para atiçar um pouco a parte final do livro.

E bem tentei escrever um conto, mas não me surgiu ideia nenhuma que fosse interessante o suficiente para me colar ao teclado.

Fico por aqui.

Anúncios

Orbias – As guerreiras da Deusa

Orbias – as guerreiras da Deusa“, de Fábio Ventura (Casa das Letras)

Esta opinião está agora hospedada na Floresta de Livros.

Nota final: 6/10

Semanário 47

Conforme puderam comprovar, durante Novembro não fiz nem um semanário, por que não achei que havia necessidade, já que estava a escrever um diário, onde já falava de tudo o que pudesse ser pertinente.

Findo que está Novembro, voltamos à carga com os resumos das semanas.
Esta semana que passou, foi quase de descanso, pelo menos nos primeiros dias, pois embora não me tivesse dado conta, o NaNoWriMo foi um pouco pesado e o corpo e a mente  precisaram tirar uns dias de férias.
Depois de algum descanso, voltei à carga com o “Angel Gabriel” e estou agora a trabalhar num segunda revisão, muito mais aprofundada e que inclui uma boa dose de reescita que promete dar-me umas valentes dores de cabeça (já está a dar, aliás).
Mas o mais engraçado é que, estava eu a tentar focar-me somente no “Angel Gabriel” quando sou assolada pelo Giorgio e a Alana do “PFA“. Não resisti e tive mesmo de ir escrever uma engraçada e complexa cena em que participavam três personagens e duas delas queriam degolar-se uma à outra. Claro que fiquei contente, mas ao mesmo tempo algo chateada porque, aqui estou a tentar centrar-me no “Angel Gabriel” e vem-me uma amostra de vampiro e uma semi-deusa tentarem conquistar-me para eu escrever sobre eles, que ainda por cima, nem sequer são personagens principais do enredo.
Lindo, não é?

E bem, foi isto que aconteceu de não especial na semana transacta. mais novidades para a semana.

Nota: Estou a participar na leitura conjunta de “Orbias – as guerreiras da deusa” no My Imaginarium.

Dose diária 09

dose_diaria_9Hoje escrevi tão pouco, que mais vale nem falar muito sobre isso.
O dia pareceu passar a correr, mas acho que foi por eu ter perdido 20€ (uma fortuna que deve ter feito alguém, que não eu, muito feliz) que fiquei num estado tal que nem consegui teclar direito.

Não interessa! Amanhã é um novo dia e pretendo que seja um bom dia.

Noutras notícias, hoje recebi por correio quatro livros. Um deles comprei para oferecer, por isso não vou mencioná-lo, mas os outros três são:

– “Orbias – As guerrreiras da deusa“, de Fábio Ventura;
– “Os homens que odeiam as mulheres” de Stieg Larsson;
– “Coelho em Paz” de John Updike.

Este último livro foi ganho num passatempo lançado pela “Os meus livros” e dei dizer que o livro é bem mais grosso do que eu supunha. Por algua razão imaginava-o magrinho, mas é maior do que o do Stieg Larsson. Pena é que seja o nº 4 da saga “Coelho”. Espero que se possam ler individualmente (é ao menos isso que me dá a entender).
Quanto aos outros dois, comprei-os numa promoção. Já tinha os olhos fixos nos dois há uns tempos e estava há espera da melhor oportunidade para os comprar.
Em Novembro está visto que não vou poder ler grandes coisas, mas assim que puder vou ver se aumento as minhas horas de leituras. Tenho tantos livros para ler …

Book trailer (4)

E aqui venho eu com mais alguns book trailers que me deixaram muito curiosa quanto aos livros.

Memórias de um vampiro” de Rafael Loureiro

Confesso que li dois excertos deste livro antes de ver o trailer. Um deles odiei e um outro amei, por isso estou ainda na dúvida se vou ou não comprar este livro. Mas, e há sempre um mas, este book trailer está muito bom. Simples, mas interessante. A balança tende agora para o “comprar”.

Outro livro de um autor português é “Orbias – as guerreiras da deusa” de Fábio Ventura (notem que eu já tinha referido estes dois lançamentos em posts anteriores), e que tenho alguma curiosidade em ler.
O book trailer não está nada de muito especial, mas até se vê bem e nota-se uma aposta crescente neste meio de divulgação.

E por último temos o tão aclamado “O nome do vento” de Patrick Rothfuss (este não é português). E sobre este livro tenho, novamente, uma ideia repartida. Por um lado oiço falar tão bem dele que não posso evitar ter curiosidade, mas por outro lado a sinopse não me atrai em absoluto. Mas bem, provavelmente vou comprá-lo.

O book trailer está ao mesmo tempo exemplar e estranho. A voz do  aparece perfeita e ao mesmo tempo deslocada. Eu sei, sou estranha. não liguem.

P.S.: Por favor digam-me que aquela capa do “Contos de vampiros” a lançar pela Porto Editora não é a versão final? Digam-me por favor! É que aquela capa está hedionda. A imagem é horrível e a letra é tão … antiquada. Eu quero comprar a antologia, mas se me sai com aquela capa, sou capaz de não ter coragem para tal.

Semanário 37

semanario_5Não posso dizer que a semana transacta foi grande em produções escritas.
O “Angel Gabriel” pouco avançou pois passei mais tempo a tentar decifrar exactamente o que era demasiada informação, ou seja, o que era dispensável na narrativa e o que precisava ser mais explorado. Acho que esta é uma das partes mais difíceis do escrever algo. Saber onde parar, quando dizer “chega”. Com tanto que tenho para contar, parece-me que tudo é necessário, mas depois volto atrás e percebo que há coisas que não fazem assim tanta falta e que os outros interpretarão como estando lá para encher palha, mesmo quando essa não era de todo a minha intenção.

Nota: “Orbias, as guerreiras da Deusa” o primeiro livro de Fábio Ventura, vai ser lançado este mês. Desejo muito sucesso ao autor, que se tem dedicado bastante a publicitar o livro online e esse esforço tem dado frutos.