Caneta, Papel e Lápis

Um blog sobre escrita criativa, de Ana C. Nunes (A blog about writing fiction, by Ana C. Nunes)


3 comentários

NaNoWriMo 2017

Já pensava, que eu este ano não ia fazer o NaNoWriMo. Confessem! Mas não, eu não cheguei ainda a esse estado.

E para quem não sabe o que é o NaNoWriMo (National Novel Writing Month), este é, basicamente, um convite mundial a escritores profissionais e amadores que estejam disposto a escrever um romance de 50.000 palavras (ou mais) durante o mês de Novembro.

Loucura? talvez, mas eu já participo desde 2008 e há muitos portugueses e portuguesas a acompanharem-me. Se estiverem interessados visitem o site oficial do NaNoWriMo e o fórum regional de Portugal.

Dito isto, eu este ano estou mais mal preparada que em qualquer dos anteriores. Será que me safo a tentar escrever um romance de 50.000 palavras em 30 dias.

NaNoWriMo2017_Cover_pq

Sinopse:

A nossa vida é realmente mais importante que a dos outros? Os nosso filhos são mais reais do que os filhos dos outros? Então porque vivemos tão intensamente através dos que nos rodeiam. Porque é que os dramas do vizinho nos afectam tanto? Porque chegamos a casa irritados e resmungamos pelo sabor da comida, quando realmente o que nos pôs naquele estado de espírito foi o caso de violência doméstica com que lidamos no trabalho?

Não vivemos numa bolha e as dificuldades daqueles que conhecemos, mesmo que apenas por instantes, irão sempre desencadear algo mais em nós. Pode ser subtil, mas existirá sempre em forma de tristeza, alegria, raiva ou simples complacência.
Será justo julgar os outros quando somos tão fracos a julgar-nos como seres individuais?

Anúncios


Deixe um comentário

NaNoWriMo 2016

Chegou aquela altura do ano! O  NaNoWriMo começa já amanhã e eu decidi, como é habitual, participar também este ano.

Para quem não conhece, o NaNoWrimo, ou National Novel Writing Month, convida escritores amadores e profissionais de todo o mundo a escreverem um romance de pelo menos 50.000 palavras no espaço de um mês (Novembro). eu já participo desde 2008 e este ano não será excepção.

O desafio deste ano é pegar onde terminei “Água Mole em Pedro Dura“, no ano de 2014 e escrever a sua sequela que intitulei, provisoriamente de “Nem Tudo o que Reluz é Ouro”.

nemtudooquereluzeouro_

Jurandir, Alana, Giorgio, Leoba, Mikhail e todos os outros continuam as suas aventuras no Instituto Especializado no Sobre-Humano (IESH), tendo como pano de fundo o belo parque nacional da Peneda-Gerês.

Vou ser sincera e dizer-vos que estou muito mal preparada este ano. Não tive grande tempo para organizar a cenas que pretendo escrever ou para me reintegrar na história e reconciliar com as personagens, mas acho que vai correr bem. De qualquer forma o exercício de escrita vai fazer-me bem. Este ano ainda não escrevi nada digno de registo e tenho de mudar hábitos para regressar a um ciclo de escrita criativa regular. Há-de correr tudo bem! final a história esta toda na minha cabeça e se for preciso salto cenas e depois preencho os espaço em falta.

Vou esforçar-me por actualizar com o máximo de frequência o blog, o facebook e o twitter, para vos manter actualizados sobre o progresso desta aventura.

nanowrimo_2016_webbanner_participant

Se algum de vocês também for participar no NaNoWrimo deste ano, deixem um comentário falando-me um pouco sobre o vosso projecto literário e aventura narrativa. Boa sorte a todos!


Deixe um comentário

Angariar leitores

Um toque de ...Olá a todos!

Para tentar angariar novos leitores e premiar aqueles que seguem o meu trabalho há algum tempo, decidi disponibilizar a minha antologia “Um Toque de …” gratuitamente durante um mês.

Podem adquiri-lo no Smashwords: https://www.smashwords.com/books/view/450276

E em breve também estará gratuito no iTunes, Kobo, Barnes & Noble, Scribd, e muitos outros distribuidores de ebooks.
Se gostarem da leitura por favor deixem depois ficar as vossas opiniões nos sites de onde tiraram o ebook, nos vossos blogs, ou redes socias (goodreads, facebook, etc.). O vosso feedback é muito apreciado!
Partilhem também com os vossos amigos!

Aqui fica a sinopse:
«O amor está presente em todo o tipo de gestos e acções.
No cuidado com que se evita tocar um assunto sensível; Na forma como se fica a ver o outro dormir; Numa conversa à beira mar; Num post-it colorido; Num lugar vazio no restaurante; Numas mãos entrelaçadas ao som das ondas; Num jantar fracassado; Numa noite solitária; Numa negação.
Mas nem sempre o amor resulta em felicidade …»

UmToqueDe - gratis


Deixe um comentário

Um Toque de … (antologia)

Como prometido, “Um toque de …” já está disponível!

Um toque de ...
Para já só está na Smashwords, mas brevemente também na Amazon, Kobo, iTunes, e outros.

Qualquer pessoa pode fazer o download do ebook e pode escolher se quer pagar (e quanto quer pagar) por ele, ou se o quer levar de graça. Estejam à vontade para experimentar gratuitamente e, depois, se gostarem, então fazerem, um pequeno donativo (0,50€ ou 1€ ou 5€, ou o que acharem justo).
Sempre quis experimentar este método de “cada um paga o que acha justo”.

Não se esqueçam de deixar as vossas opiniões, que são sempre bem-vindas!

Sinopse: O amor está presente em todo o tipo de gestos e acções.
No cuidado com que se evita tocar um assunto sensível; Na forma como se fica a ver o outro dormir; Numa coversa à beira mar; Num post-it colorido; Num lugar vazio no restaurante; Numas mãos entrelaçadas ao som das ondas; Num jantar fracassado; Numa noite solitária; Numa negação.

Mas nem sempre o amor resulta em felicidade …

Livro na Smashwords: https://www.smashwords.com/books/view/450276
Livro no goodreads: https://www.goodreads.com/book/show/22517611-um-toque-de


4 comentários

Novidades Fresquinhas … directamente do congelador

Certamente que já leram a entrevista que dei no blog Bran Morrighan, e viram o post de divulgação, por isso prossigo para outros mares:

– Não é novidade, mas só esta semana descobri que Ryoki Inoue está no Guiness World Records, por ser o escritor mais prolífico de sempre. Já escreveu 1099 livros, 999 dos quais, em apenas 6 anos. Não sei como o senhor o faz mas, ele tem de ser um robot!

– Olinda P. Gil, autora de vários contos, falou no ‘Encontros com a Escrita’, na Biblioteca Municipal de Aljustrel. Leiam tudo AQUI.

Ágata Ramos Simões lançou mais um livro: “A Maldição do Ventre”, disponível no Smashwords e noutras lojas de distribuição digital.  Sinopse:

«A velha senhora Dona Maria de Fátima aparenta ser uma velha dama de comuns e modestos hábitos. Porém ela esconde há muito um segredo tenebroso: é na realidade uma canibal que vive há cento e trinta anos. No local onde habita os seus vizinhos tomam-na por uma normal senhora reformada – e ninguém desconfia da sua assaz bizarra dieta alimentar. Até que certo dia Joana Bonfim se muda para o mesmo Bairro. Ela de imediato se apercebe que há algo de muito errado com a simpática Dona Maria de Fátima. No entanto nem imagina a história que a mesma tem para lhe contar.»

– A Fénix fanzine abriu novamente as submissões para o terceiro número, dedicado exclusivamente ao Fantástico no Feminino. Procuram-se heroínas, vilãs e assim-assins, que marquem a diferença e mostrem a fêmea que há nelas. Saibam mais AQUI.

Inês Montenegro, autora de vários contos publicados em Portugal e no Brasil, opinou sobre “Antologia Fénix de Fantasia e Ficção Científica – Volume 1”, onde se inclui um conto meu. Leiam AQUI.

Carla M. Soares, autora de “Alma Rebelde”, fala sobre o Tempo para escrever, ou o tempo que os escritores gostavam de ter para escrever. Leiam AQUI.

– Duas turmas da Escola Secundária com 3º Ciclo de Ferreira Dias (o 10º C2 e o 10º L2), leram e fizeram uma análise crítica de “Electrodependência“, o meu conto no “Lisboa no Ano 2000”. A profª. Isabel Castilho teve a amabilidade de em contactar com as análises finais e eu fiquei muito contente, como devem imaginar. Podem ler os dois textos finais: AQUI e AQUI, mas atenção que contêm pormenores sobre o final. Aqui ficam dois excertos dos textos que os alunos criaram (sem revelar nada do final):

«O conto Electrodependência, de Ana C. Nunes, transporta o leitor a um futuro imaginável, devido a traços de verosimilhança com a Lisboa de 2013 e é, simultaneamente, futurista e inovador.
[…]
Electrodependência é um conto intrigante, que cria um universo seminovo: É uma leitura aconselhável, acessível, breve e pedagógica.»  – 10º C2

«A ação de Electrodependência envolve-nos de tal modo que nos deixa atordoados, devido às personagens, pois estão de tal forma modeladas, que revelam uma evolução inesperada ao longo da narrativa e nos conduzem a um fim totalmente imprevisto.» – 10º L2

– No Dia Mundial da Criança, Adoa Coelho disponibiliza um capítulo do seu “Ups! Engoli uma Estrela”. Leiam AQUI.

– Carla Pais procura leitores-beta para o seu romance erótico “Montebelo a traição do nome”. Saibam mais AQUI.

– Carla M. Soares fala da sua experiência com “A Grande Mão” e a sua busca por opiniões de leitores-beta. Nem sempre estas iniciativas correm tão bem como o esperado. Leiam AQUI.

– Já sairam, os resultados da colectânea “Space Opera III” da Editora Draco, e entre os seleccionados encontram-se alguns portugueses: Luís Filipe Silva  e dois amigos muitos especiais: Júlia Durand e Rui Leite, que fazem parte do grupo de escrita do Norte (nanoninjas!). Muitos parabéns a todos!

– Para terminar, enviei 1 romance para o Prémio Leya 2013, outro para o Concurso Literário Book.It, e um conto para o Concurso Literário Maia 2013. E todos eles são inéditos, como devem imaginar. Só não vou já dizer quais foram para onde, para não agoirar as minhas (parcas) possibilidades. Ah, e não me posso esquecer que também, submeti um micro-conto para o Concurso SICAL.
Mais alguém concorreu a um destes, ou  a outros concursos literários?
E o que acham destes concursos? Dão a mesma oportunidade a todos os concorrentes, ou acham que estão viciados?


2 comentários

Lançamento de Angel Gabriel – Pacto de Sangue

É hoje!
Eu bem, tinha prometido, não tinha?

“Angel Gabriel – Pacto de Sangue” já está disponível na Smashwords! AQUI

Em breve estará também na Amazon, na Kobo e noutras lojas online.
Para já o livro está disponível apenas em ebook, em vários formatos (epub, mobi, pdf, html, etc.), o que permite leitura no PC, tablets, e-readers (Kindle, Kobo, Nook, etc.), iphones, androids e outros semelhantes.

Como já tinha referido, o preço de lançamento é de 2,99 dólares (cerca de 2,30€) e no Smashwords podem pagar por cartão de crédito ou Paypal (se não estou em erro). Caso prefiram comprar-me directamente o ebook, podem fazê-lo facilmente:
– Enviem um email para anacorvonunes@gmail.com ;
– Refiram o formato que querem (epub, mobi, pdf);
– Digam-me se querem com o Acordo Ortográfico ou sem;
Eu enviar-vos-ei um email de resposta com o meu NIB e depois envio-vos o ebook, completo e sem falhas. 🙂

Angel Gabriel - Pacto de Sangue

O interior do livro tem algumas surpresas e nos próximos tempos eu irei colocar no blog outras tantas curiosidades.

Adoro ouvir as vossas opiniões, por isso estejam à vontade para me dizer o que acham, à medida que vão lendo e/ou no final.

Obrigada a todos os que me apoiaram e deram forças para que este dia chegasse!


10 comentários

Projectos de Estimação

Antes de começa a escrever este post tinha em mente um certo número de assuntos, até que percebi que estava prestes a misturar alhos com bugalhos. Por isso ao invés de fazer um post enorme e com uma salada mista de tópicos, vou separar tudo em dois posts. O seguinte deve ser publicado nos próximos dias (sobre E-Publicação), enquanto neste vou falar apenas Escrita Criativa (para não variar, Hehe!).

Escrita Criativa - o Relatório

Gabriel, personagem do meu romance “Angel Gabriel – Pacto de Sangue”.

Projectos de Estimação

Quase todos os escritores (e artistas em geral) com quem já falei acabaram por, de uma forma ou de outra, mencionar um Projecto de Estimação (ou Pet Project como lhes chamam lá fora). e o que é isto de Projecto de Estimação? Em linha gerais é aquele projecto que o escritor/ artista tem especial apreço por. Aquele que nunca lhe sai da cabeça, que ele está constantemente a tentar melhorar e que, por isso mesmo, dificilmente alguma vez sente que o terminou. Ou seja, aquele que nunca está bem o suficiente.

E será surpresa para alguém que o meu Projecto de Estimação seja o “Angel Gabriel – Pacto de Sangue“? Possivelmente não.

Claro que eu escritor/artista pode ter mais que um projecto nesta categoria, e é bastante provável que tenha (“Alma“, estou a falar de ti!) mas há sempre um acima dos outros.
E a razão porque decidi falar disto é, como devem imaginar, porque tive uma experiência que se repete com frequência: Duvidar do que fiz!
Todo o escritor (ou quase todo) tem momentos em que acha que o que faz é uma porcaria (perdoem-me o termo) e isso é bom, se o soubermos canalizar para melhorar e não destruir o projecto em mãos, mas quando estes momentos de crueldade psicológica auto-proporcionada se tonam demasiado frequentes, é porque possivelmente temos em mãos um Projecto de Estimação.

Angel Gabriel – Pacto de Sangue” precisava de um novo início e foi isso que comecei a fazer, com gosto e dedicação. Estava confiante no que tinha para fazer e, mais que isso, estava inspirada, como há algum tempo já não ficava. Por isso foi com alguma surpresa que percebi, passados menos de 5 dias, que tinha escrito mais de 12.000 palavras novas. Doze Mil!
Pode dizer-se que fiquei com ‘cara de tacho’. E então veio o pânico.
Como é que podia justificar 12000 palavras num manuscrito que já tinha perto de 100.000. O que é que eu estava a fazer à minha história? Porque é que tinha de me lembrar de mudar outra vez o que já tinha dado como terminado?
Estas e outras perguntas surgiram assim que olhei para a contagem (impressionantemente até ali não tinha prestado atenção ao número de palavras que debitava no teclado, o que não é nada o meu estilo). Falei com um amigo, por alto, sobre o assunto e ele disse-me: “Isso soa-me a infodump.”
Pânico!
Uma parte de mim achava que não, que eu estava a usar o “Show, don’t tell” e que não tinha usado aquelas 12.000 palavras só para cuspir informação para o leitor. Mas a outra parte de mim dizia que eu estava a iludir-me e que aquilo era uma desgraça de proporções galácticas.
É isso mesmo, pessoal. Tornei-me uma Drama Queen!

Revisões e Opiniões

Não querendo perder-me em mais drama, fiz a única coisa que podia fazer: enviei os novos capítulos a duas pessoas que já tinham lido a versão anterior do “Angel Gabriel – Pacto de Sangue” e pedi-lhes a opinião.

Entretanto foquei-me nas revisões e, se as primeiras páginas me puseram os nervos à flor da pele porque queria reescrevê-las e sabia que não podia, à medida que ia avançando nos trabalhos percebi que, afinal aquilo não estava assim tão mau. Mas ler e rever um manuscrito com 280 páginas nunca foi fácil ou poderia ser rápido, por isso as datas que eu tinha definido para esta fase acabaram por ser ultrapassadas e ainda hoje estou a trabalhar nas revisões. Felizmente estão a correr bem e estou confiante que dentro de alguns dias esteja terminada a versão portuguesa e possa então focar-me na inglesa (a tradução vai demorar …).
Mas já dizia a minha mãe que “sem trabalho não se faz nada”.

Entretanto já recebi a opinião de uma das minhas maravilhosas beta-reader (e escritora), das que leu os novos capítulos, e consegui ficar um bocadinho mais descansada. Falta-me uma opinião de outra fabulosa beta-reader (e escritora) para que a Drama-Queen adormeça profundamente (ou acorde de vez).

E não posso finalizar sem agradecer às fabulosas pessoas que e ajudaram até aqui, às que ainda me ajudam e claro, a todos os que seguem e comentam neste blog. Vocês são fantásticos porque aturam os meus devaneios. Obrigada!
Quando o ebook for lançado eu compenso-vos. Prometo!

E para terminar duas perguntas:
Aos escritores: Qual é o vosso Projecto de Estimação? (se tiverem um)
Aos leitores: Quando é que sentem que um livro é demasiado grande?