Caneta, Papel e Lápis

Um blog sobre escrita criativa, de Ana C. Nunes (A blog about writing fiction, by Ana C. Nunes)


1 Comentário

NaNoWriMo 2016 – Fim

Novembro já terminou e assim também o NaNoWriMo deste ano chegou ao fim. Foi um mês caótico e confesso que na última semana cheguei a pensar que não iria conseguir chegar às  50.000 palavras, mas felizmente cruzei a meta a tempo.

Este ano, como já devem saber, eu escrevi “Nem Tudo o que Reluz é Ouro”, que na verdade é simplesmente a continuação de “Água Mole em pedra Dura”. não uma sequela, mas sim a segunda parte do primeiro romance do que virá a ser uma série (espero eu). Por isso o meu único objectivo era terminar este primeiro número da série e eu estou a duas ou três cenas de o fazer. E vou acabar isto nos próximos dias.
Queria ter terminado mesmo no dia 30 mas nesse mesmo dia tive um jantar de empresa e não pude escrever mais nada, por isso o final efectivo ficou para Dezembro. Vai ser muito em breve porque falta mesmo muito pouco.

Por isso mesmo considero este NaNoWriMo um sucesso, com as 50.766 palavras que escrevi, algumas à mão mas quase todas no computador.
Posso dizer que este ano foi o no qual tive mais dias a escrever para cima de 5.000 palavras. Foram três dias, três sábados. Um recorde, especialmente porque houve um dia em que escrevei mais de 7.000, que julgo que tenha sido o mais que escrevi num dia só até hoje (a menos que a memória me esteja a falhar).
Por fim vou deixar-vos com uma lista da minha contagem por dia (saltando os dias em que mão escrevi nada por uma ou outra razão, maioritariamente falta de tempo)

Vamos à contagem!

1 – 5.368 palavras;
2 – 7.041 palavras;
3 – 8.969 palavras;
4 – 10.103 palavras;
5 – 11.877 palavras;
7 – 13.907 palavras;
10 – 14.398 palavras;
12 – 21.052 palavras;
15 – 21.779 palavras;
17 – 23.262 palavras;
19 – 26.859 palavras;
20 – 28.831 palavras;
21 – 29.948 palavras;
24 – 31.122 palavras;
25 – 35.169 palavras;
26 – 42.697 palavras;
29 – 46.230 palavras;
30 – 50.766 palavras;

Em breve irei trazer novidades.

nanowrimo_2016_webbanner_winner


Deixe um comentário

NaNoWriMo 2016

Chegou aquela altura do ano! O  NaNoWriMo começa já amanhã e eu decidi, como é habitual, participar também este ano.

Para quem não conhece, o NaNoWrimo, ou National Novel Writing Month, convida escritores amadores e profissionais de todo o mundo a escreverem um romance de pelo menos 50.000 palavras no espaço de um mês (Novembro). eu já participo desde 2008 e este ano não será excepção.

O desafio deste ano é pegar onde terminei “Água Mole em Pedro Dura“, no ano de 2014 e escrever a sua sequela que intitulei, provisoriamente de “Nem Tudo o que Reluz é Ouro”.

nemtudooquereluzeouro_

Jurandir, Alana, Giorgio, Leoba, Mikhail e todos os outros continuam as suas aventuras no Instituto Especializado no Sobre-Humano (IESH), tendo como pano de fundo o belo parque nacional da Peneda-Gerês.

Vou ser sincera e dizer-vos que estou muito mal preparada este ano. Não tive grande tempo para organizar a cenas que pretendo escrever ou para me reintegrar na história e reconciliar com as personagens, mas acho que vai correr bem. De qualquer forma o exercício de escrita vai fazer-me bem. Este ano ainda não escrevi nada digno de registo e tenho de mudar hábitos para regressar a um ciclo de escrita criativa regular. Há-de correr tudo bem! final a história esta toda na minha cabeça e se for preciso salto cenas e depois preencho os espaço em falta.

Vou esforçar-me por actualizar com o máximo de frequência o blog, o facebook e o twitter, para vos manter actualizados sobre o progresso desta aventura.

nanowrimo_2016_webbanner_participant

Se algum de vocês também for participar no NaNoWrimo deste ano, deixem um comentário falando-me um pouco sobre o vosso projecto literário e aventura narrativa. Boa sorte a todos!

Caramba 2016


Deixe um comentário

Sai o 2015 e entra o 2016

Caramba 2016

2015 chegou ao fim já há quase duas semana e é mais que tempo de fazer um apanhado do que correu bem e o que correu mal no ano passado, em termos literários.

Como já vem sendo habitual todos os anos escolho, nesta altura, a palavra que melhor poderia resumir o ano anterior. Este ano a palavra é:

Vazio 

Este foi um ano muito complicado para mim a nível pessoal e profissional, o que resultou num quase total abandono de quase todos os projectos em que estava a trabalhar, tanto literários como artísticos. E infelizmente isso reflectiu-se nos blogs, na minha interacção nas redes sociais e basicamente em todos os níveis da minha vida.
Foi um ano que espero nunca mais repetir.

E isto leva-me de volta aos objectivos que tinha no início de 2015, que foram os seguintes:
– Lançar 3 histórias da “Heroína” POR CUMPRIR
– Acabar de escrever “Água Mole em Pedra Dura” POR CUMPRIR
– Acabar de escrever todos os contos que estão em aberto POR CUMPRIR (Falta-me um)
– Participar no NaNoWriMo FEITO
– Concorrer a concursos literários e/ou fanzines ou outros projectos semelhantes POR CUMPRIR
– Actualizar o blog Caneta, Papel e Lápis com mais frequência que em 2014 POR CUMPRIR

Uma desgraça autêntica que me deixou muito desanimada. E nem sempre foi por falta de tempo mas quando a vida não corre de feição, tudo o resto descarrila e foi isso que me aconteceu este ano. Mesmo no único objectivo que cumpri acabei por não ter o sucesso que esperava: participei no NaNoWriMo mas pela primeira vez desde que participo não cheguei às 50.000 palavras. No entanto fiquei muito contente com o que consegui escrever e isso chegou para revitalizar o meu amor pela escrita, que estava dormente basicamente desde o início do ano.

Mas 2015 também serviu para eu perceber que, nesta fase da minha vida, não me adiantará de nada fazer promessas de objectivos e por isso para 2016 não vou ter nenhuma lista de resoluções específica e vou limitar-me a focar-me nos projectos que tenho já em andamento, sem promessas exactas.
Quem sabe não conseguirei publicar mais do que será esperado de mim? Talvez 2016 venha a ser um ano memorável.
Além disso este ano vou mesmo fazer de tudo para que o blog esteja mais activo e aceito sugestões para dinamização do Caneta, Papel e Lápis. Há algum tema que gostassem que eu abordasse? Alguma rubrica que sempre vos tenha suscitado interesse? Deixem as vossas opiniões e eu gostaria muito de saber como correu a vossa escrita e leituras neste ano que passou.

capa personagens_


Deixe um comentário

Beijo Gay – a polémica

Vi hoje a “entrevista/confrontação” de Marília Gabriela, onde questionam a apresentadora sobre a fotografia tirada ao seu filho, Theodoro Wallace, no Carnaval: fotografia essa em que Theodoro beija um outro homem. Ora esta notícia relembrou-me uma ainda mais chocante, a meu ver, do início do mês, por causa da polémica causada pelo primeiro beijo gay transmitido numa telenovela angolana. Esta polémica em volta da telenovela “Jikulumessu” resultou na edição (leia-se corte) das cenas mais … chocantes.
Vejam a dita cena chocante:

E digam lá que não é uma parvoíce fazer alarido e dar razão a quem se manifesta contra uma coisa destas. O que é que há de chocante nisto? Pensava que eu que a sociedade estava mais evolúida que isso, mas parece que, em certa medida, estava enganada.
O primeiro beijo gay em telenovela brasileira, ao que apurei, foi entre lésbicas, num episódio de “Amor e Revoluçao”, em 2011. Por outro lado o primeiro beijo gay em telenovela portuguesa foi na Dancin’ Days, em 2013. Mas, tanto quanto percebi, já nos anos 90 no Brasil tinham tentado inserir uma cena em telenovela, que foi então rejeitada. Coisas recentes portanto.

Ora uma pessoa não tem que ser homossexual/lésbica para achar que a homossexualidade já não é tabu. Mas, por outro lado, compreendo que para muita gente isto ainda seja algo estranho. Isso, no entanto, não é razão para se censurar telenovelas, ou outro meio qualquer.

Beijo Gay - a polémicaJá na literatura, encontrar um livro com um protagonista homossexual/lésbico/bissexual começa a ser mais fácil mas ainda não está acessível a todos. No entanto cada vez mais existem personagens secundárias que o são.

Nas minhas histórias a maioria dos casais são heterossexuais, no entanto poderão ficar surpreendidos em saber que a protagonista do meu romance e BD Alma é bissexual.
– No conto “Segredos e Impulsos” Garnath envolve-se com uma mulher. Podem ler o conto na antologia “Um Toque de…“.
– No meu romance “Angel Gabriel – Pacto de Sangue“, Leyida, uma vampira, é lésbica. Podem ler o romane AQUI (vejam os distribuidores)
– Em “Através do Vidro“, na quarta parte existem vários casais homossexuais e alguns deles são estrelas principais desta parte narrativa (este trabalho ainda não está disponível para leitura).
– No “Água Mole em Pedra Dura” (romance em que estou a trabalhar) uma personagem é assumidamente bissexual, outra é homossexual e outra finge que não sabe que é (ou tenta negar-se).

E vocês o que pensam disto? Acham que estas são o tipo de cenas que devem ser censuradas? Questionadas em praça pública? Deixem os vosos comentários, leiam as histórias e digam-me o que acharam delas.


Deixe um comentário

Nanowrimo 2014 final – What does the fox say? (vídeo)


4 comentários

NaNoWriMo 2014 – Diário 30 – FIM

O NaNoWriMo chegou ao fim!Capa Nanowrimo b_
Este ano definitivamente não correu tão bem como eu queria mas ainda assim acho que fiz um bom trabalho. Termino com 56365 palavras de uma história que ainda está longe do fim, mas são 56365 palavras a mais do que tinha no dia 1 de Novembro e que já me dão muito por onde começar a trabalhar. vou continuar a escrever “Água Mole em Pedra Dura” nos próximos meses, mas a um ritmo mais calmo.
Em Dezembro tenho que voltar a “Lobo & Dragão” e especialmnete focar-me no “A Heroína e a Princesa“.
Dito isso, tenho mesmo de aproveitar enquanto estou com a cabeça em modo de “Água Mole em Pedra Dura“.

O balanço do NaNoWriMo deste ano é mais que positivo. Eu adoro isto!
E vocês? O que acham deste tipo de desafios? Já participaram em algo semelhante (Não só em escrita mas noutras áreas).

P.S.: Hoje fiz mais uma word-war virtual de 20 minutos, na qual escrevi 548 palavras.
P.S.2.: Brevemente partilharei mais informações sobre este projecto lietrário, pois sei que em termos de conteúdo disse ainda muito pouco. Ok, vocês sabem que há trolls e vampiros e kitsunes, mas e o resto? Do que se trata? Prometo em breve fazer um post sobre isso.

Até breve! E se participaram no NaNoWriMo, digam-me como correu. 🙂


Deixe um comentário

NaNoWriMo 2014 – Diário 29

Finalmente! Eu não descansava sem ter um dia em que escrevesse 5000 palavras este ano, durante o #nanowrimo. Dito e feito!
5064 palavras no 29º dia. YAY!
Contagem total até hoje: 55175.
E não vão acreditar mas só agora é que o romance entre a Alana e o Giorgio começa realmente a crescer. Raios, demorei! Mas também o livro não se foca tanto no romance mas mais no sobrenatural feito natural num instituto em que nada é impossível.
E fiquem a saber que por «o romance entre a Alana e o Giorgio começa realmente a crescer» eu quero dizer que há uma cena bem picante. Ehehe! Mas só vos digo uma coisa: coitadinho do Giorgio!

Update 2014/11/30: Esqueci-me de dizer que foi dia de encontro no Porto, com os ninjas, e que estavamos só três (o que é fora do normal), mas que nos divertimos imenso! O Rui Leite, inclusivé, chegou às 50000 palavras quase no fim do encontro. parabéns!
Durante a tarde tivemos duas word-wars (contra-relógios) e à noite, virtualmente, organizamos mais três. Estes foram os resultados:
– 20 Minutos – 653 palavras
– 20 Minutos – 693 palavras
– 15 Minutos – 584 palavras
– 20 Minutos – 649 palavras
– 15 Minutos – 445 palavras

P.S.: Ontem não escrevi nada, por isso hoje compensei. Amanhã é o último dia do NaNoWriMo. Está quase!