Arquivo de etiquetas: entrevista

Entrevista no blog Sonho de Cibelle

Olá a todos!

Esta semana foi publicada mais uma entrevista comigo, desta vez no blog Sonho de Cibelle. podem ler tudo AQUI e convido-vos a visitar o blog que tem muitos artigos variados.

20150825 - Entrevista Sonho de Cibelle

Anúncios

Primeira Entrevista dada em 2015

A primeira entrevista que dei este ano já pode ser lida no blog do escritor Joel G. Gomes, AQUI.

Entrevista no blog de Joel G. GomesEntre outras coisas falo de projectos presentes e futuros (Heroína está em destaque) e das diferenças entre a escrita de guião e a escrita em prosa. Vale também a pena ver o resto do blog do escritor!

Entrevistas e NaNoWriMo!

O blgo tem andado um pouco abandonado recentemente mas isso está prestes a mudar e vocês já devem saber porquê: NaNoWriMo!
É verdade, Novembro já está a chegar outra vez e com ele vem o National Novel Writing Month.

Este ano vou escrever o romance que intitulei, temporariamente, de “Água mole em pedra dura, tanto bate até que fura“, e é parte Fantasia Urbana, parte Romance Paranormal. passa-se nas belíssimas paisagens do Gerês e vai-se focar na Alana e no Giorgio. Ele é um vampiro (calma, não atirem á os tomates!) e ela é uma kitsune (deusa/espírito-raposa). E tudo se passa num instituto que é uma espécie de Escola do Professor Xavier, à moda tuga, e com criaturas paranormais em vez de mutantes. E só agora me lembrei que o Ricardo, que é quem gere o instituto, é careca. Ehehehe! Juro que não foi propositado.

Capa Nanowrimo b_
Se quiserem saber um pouco mais sobre o casalinho podem dar uma leitura a um conto que escrevi com os dois, há usn anos atrás: Prato Principal.
Outros contos no mesmo instituto são: Celibato e Aparências.

E podem contar com actualizações diárias no blog. Vou dar o meu melhor para cumprir este objectivo!

Eu falo um pouco mais no projecto neste vídeo:

Noutra nota,recentemente dei duas entrevistas, uma no blog Livros nas Estrelas, e outra no Jornal Barcelos Popular. Fica a imagem do segundo em baixo.

Entrevista no Barcelos Popular - 2014/10/30
Entrevista no Barcelos Popular – 2014/10/30

Nova entrevista e opinião

Rute Canhoto, autora de “Perdidos”, “Esquecidos” e “Almira, a Moura Encantada”, leu “Angel Gabriel – Pacto de Sangue” e deixou a sua opinião no blog que gere. Podem ler tudo AQUI.

rute canhoto - op ag-ps

A autora também teve a amabilidade de me convidar para uma entrevista, que pode ser lida AQUI.

Rute Canhoto entrevista

Novidades Fresquinhas … directamente do congelador

Certamente que já leram a entrevista que dei no blog Bran Morrighan, e viram o post de divulgação, por isso prossigo para outros mares:

– Não é novidade, mas só esta semana descobri que Ryoki Inoue está no Guiness World Records, por ser o escritor mais prolífico de sempre. Já escreveu 1099 livros, 999 dos quais, em apenas 6 anos. Não sei como o senhor o faz mas, ele tem de ser um robot!

– Olinda P. Gil, autora de vários contos, falou no ‘Encontros com a Escrita’, na Biblioteca Municipal de Aljustrel. Leiam tudo AQUI.

Ágata Ramos Simões lançou mais um livro: “A Maldição do Ventre”, disponível no Smashwords e noutras lojas de distribuição digital.  Sinopse:

«A velha senhora Dona Maria de Fátima aparenta ser uma velha dama de comuns e modestos hábitos. Porém ela esconde há muito um segredo tenebroso: é na realidade uma canibal que vive há cento e trinta anos. No local onde habita os seus vizinhos tomam-na por uma normal senhora reformada – e ninguém desconfia da sua assaz bizarra dieta alimentar. Até que certo dia Joana Bonfim se muda para o mesmo Bairro. Ela de imediato se apercebe que há algo de muito errado com a simpática Dona Maria de Fátima. No entanto nem imagina a história que a mesma tem para lhe contar.»

– A Fénix fanzine abriu novamente as submissões para o terceiro número, dedicado exclusivamente ao Fantástico no Feminino. Procuram-se heroínas, vilãs e assim-assins, que marquem a diferença e mostrem a fêmea que há nelas. Saibam mais AQUI.

Inês Montenegro, autora de vários contos publicados em Portugal e no Brasil, opinou sobre “Antologia Fénix de Fantasia e Ficção Científica – Volume 1”, onde se inclui um conto meu. Leiam AQUI.

Carla M. Soares, autora de “Alma Rebelde”, fala sobre o Tempo para escrever, ou o tempo que os escritores gostavam de ter para escrever. Leiam AQUI.

– Duas turmas da Escola Secundária com 3º Ciclo de Ferreira Dias (o 10º C2 e o 10º L2), leram e fizeram uma análise crítica de “Electrodependência“, o meu conto no “Lisboa no Ano 2000”. A profª. Isabel Castilho teve a amabilidade de em contactar com as análises finais e eu fiquei muito contente, como devem imaginar. Podem ler os dois textos finais: AQUI e AQUI, mas atenção que contêm pormenores sobre o final. Aqui ficam dois excertos dos textos que os alunos criaram (sem revelar nada do final):

«O conto Electrodependência, de Ana C. Nunes, transporta o leitor a um futuro imaginável, devido a traços de verosimilhança com a Lisboa de 2013 e é, simultaneamente, futurista e inovador.
[…]
Electrodependência é um conto intrigante, que cria um universo seminovo: É uma leitura aconselhável, acessível, breve e pedagógica.»  – 10º C2

«A ação de Electrodependência envolve-nos de tal modo que nos deixa atordoados, devido às personagens, pois estão de tal forma modeladas, que revelam uma evolução inesperada ao longo da narrativa e nos conduzem a um fim totalmente imprevisto.» – 10º L2

– No Dia Mundial da Criança, Adoa Coelho disponibiliza um capítulo do seu “Ups! Engoli uma Estrela”. Leiam AQUI.

– Carla Pais procura leitores-beta para o seu romance erótico “Montebelo a traição do nome”. Saibam mais AQUI.

– Carla M. Soares fala da sua experiência com “A Grande Mão” e a sua busca por opiniões de leitores-beta. Nem sempre estas iniciativas correm tão bem como o esperado. Leiam AQUI.

– Já sairam, os resultados da colectânea “Space Opera III” da Editora Draco, e entre os seleccionados encontram-se alguns portugueses: Luís Filipe Silva  e dois amigos muitos especiais: Júlia Durand e Rui Leite, que fazem parte do grupo de escrita do Norte (nanoninjas!). Muitos parabéns a todos!

– Para terminar, enviei 1 romance para o Prémio Leya 2013, outro para o Concurso Literário Book.It, e um conto para o Concurso Literário Maia 2013. E todos eles são inéditos, como devem imaginar. Só não vou já dizer quais foram para onde, para não agoirar as minhas (parcas) possibilidades. Ah, e não me posso esquecer que também, submeti um micro-conto para o Concurso SICAL.
Mais alguém concorreu a um destes, ou  a outros concursos literários?
E o que acham destes concursos? Dão a mesma oportunidade a todos os concorrentes, ou acham que estão viciados?

Entrevista no blog BranMorrighan

Depois de divulgar o “Angel Gabriel – Pacto de Sangue” no blog BranMorrighan, a Sofia Teixeira, amavelmente, convidou-me para uma entrevista que podem ler AQUI.

entrevista BranMorrighan

Lá falo um pouco sobre o meu percurso enquanto escritora, falo do meu romance, do mundo editorial, e de outras coisas relacionadas. Leiam AQUI.
Vocês conhecem o blog da Sofia? Sabem do excelente trabalho que ela faz para divulgar os autores portugueses? Não se esqueçam de passear pelo resto do blog e conhecer outros autores.
Digam-me também o que acham da entrevista e que outras perguntas gostavam que eu tivesse respondido.

E para quem está a ler o “Angel Gabriel – Pacto de Sangue“, o que estão a achar?

Entrevista na Fénix

A Fénix está a divulgar, no seu blog, os autores que participaram na Fénix 2, entrevistando-os e apresentando os seus trabalhos ao público.

Fénix 2

A minha entrevista foi publicada ontem e pode ser lida AQUI.
Já agora, tenho a revista comigo e é linda! Se puderem comprem, através do blog.

Excerto da entrevista:

MGL: Tens também vários contos publicados em antologias. Qual a tua experiência com essa faceta dos concursos e da publicação em antologias?

ACN: Em antologias, para já só tenho um conto no “Lisboa no Ano 2000”, e ainda este ano sairá outro, se tudo correr bem, no “Erótica Fantástica – Volume 2”. Assim sendo, a minha experiência ainda não é grande, no entanto posso dizer que ambas as selecções me apanharam um pouco de surpresa e que, na primeira, a organização esteve sempre acessível e disposta a ajudar, já na segunda, em certos momento, tive um pouco de dificuldade em contactar os organizadores, mas, eventualmente acabaram por me responder e esclarecer-me as dúvidas. [Continua]