Caneta, Papel e Lápis

Um blog sobre escrita criativa, de Ana C. Nunes (A blog about writing fiction, by Ana C. Nunes)


Deixe um comentário

NaNoWriMo 2016 – Dia 1

O primeiro dia do NaNoWriMo começou mal mas acabou bem. Termino o dia com 5.368 palavras. Acho que ‘engonhei’ um bocado demais em algumas cenas mas estou muito satisfeita por este progresso. É muito raro conseguir escrever mais de 5000 palavras num dia.
 
Aqui fica um excerto não editado, portanto poderão ocorrer casos de erros ortográficos e palavras inventadas. Foram avisados!
 
«Gustavo desistiu de tentar ver onde estava o telemóvel e começou a procura-lo através da mui nobre arte dos apalpanços às cegas. Acabou por encontrar o maldito aparelho em cima da mesinha de cabeceira. Teria revirado os olhos se não lhe doesse tanto qualquer tipo de movimento ocular.
“Sim?” – Só então percebeu como a sua voz estava rouca e fraca.
“Porra! Onde te meteste?”
Sentando-se bem devagarinho na cama, encostou as costas a algo muito mole. Abriu os olhos uma pequena frincha e viu que o estrado da cama era todo revestido de um veludo vermelho que o fez abrir uma careta. – “Ok … mãe!”
“Fodasse, Gustavo! Estava preocupado contigo!”
Ele afastou o aparelho dos ouvidos. – “Preocupado?” – Gustavo não conseguiu esconder o esganiçado da sua voz. – “Eu não tenho doze anos!”»
Anúncios


Deixe um comentário

NaNoWriMo 2014 – Diário 19

Já repararam que agora só faço o posto de um dia no dia seguinte? É que quando acabo de escrever estou estafada de mais para fazer o post e só no outro dia de noite é que tenho acesso ao computador. Desculpem lá qualquer coisinha!

Então depois da tão anunciada morte (Ehehe, eu bem sei que não vos disse quem morre mas, vá lá, isso seria SPOILER!) tive que lidar com a reacção das personagens. A Leoba, uma espécie de anjo, ficou louca e quase expôs o instituto. Coitadita, ainda vai sofrer tanto. 😛

E só porque isto aqui tem andado um pouco paradito, pelo facto de eu não vos poder mostrar grande parte do texto já que, bem … SPOILERS e coisa e tal.
Fica então um pequeno excerto que foi cortado antes e depois porque revelaria mais do que devia. Ou não estivesse já quase nas 40000 palavras. Espero que não vos aborreça muito este pedaço de texto aleatório. E, não se esqueçam, não está revisto, daí que peço perdão pelas possíveis gralhas.

Carolina apressou o passo e ultrapassou-os. Os seus olhos estavam mais no tablet do que no chão, o que fez os jovens questionar-se sobre a probabilidade estatística de ela se estatelar no chão.

“E agora vamos visitar o gin—-” – Ela nunca chegou a terminar a frase.

“BUUU!” – Vindo sabe-se lá bem de onde, Misha saltou por trás dos dois adolescentes e pregou-lhes um susto que os pôs aos dois com os pés no ar.

Cecília foi a primeira a reagir, lançando o cotovelo para trás. Misha estava tão entretido a rir-se que não teve como se desviar e levou a cotovelada em cheio no estômago.

“Raios te partam, Misha!”

“Jesus!” – Desabafou Jurandir, levando uma mão ao peito.

Agarrado ao estômago, Misha grunhiu e agarrou o braço de Cecília para apoio. – “Já deu p’ra ver que as aulas de jiu-jitsu estão a ter o efeito desejado.”

A rapariga espetou-lhe mais uma valente bofetada na nuca. – “É p’ra aprenderes a não ser um imbecil.” – Tal como Jurandir, levou uma mão ao peito, enquanto com a outra ajudava Misha a levantar-se. – “Pregaste-me um susto de morte, palerma!”

O rapaz recompôs-se com quanta dignidade conseguiu reunir. – “Eu também te adoro, docinho.”

“Vai pentear macacos!” – Cecília virou a cara para o outro lado, mas não antes de os dois rapazes verem como estava vermelha.

O décimo nono dia do NaNoWriMo 2014 terminou com um total de 39386 palavras (mais 2175 que no dia 18).


4 comentários

Dose Diária (SF) 06

Durante o dia 6 consegui escrevr 4 páginas para o 5º capítulo, de nome “O Lobisomem”.

Não há muito que possa dizer, além de que escrevi mais acção (pois claro) e comédia, como não podia deixar de ser.
Aqui está uma história que não tem romance, embora a Heroína tenha uma paixoneta pelo desaparecido Herói e a Princesa esteja eternamente à espera do seu Príncipe. Mas isso não conta, pois não?

Excerto:

A figura aventura-se para a luz e vê-se um enorme lobo de dentes arregaçados, a babar-se, pronto a atacar (SFX: GGGRRRRRRRRRAA).

A Heroína continua na defensiva, de espada no ar. O Mascote perde a cor e todo o seu pêlo está eriçado.

HEROÍNA
Cão lindo. Cão lindo. Cão …

O lobo lança-se na direcção dos dois, de boca aberta e furioso (SFX: GRAAAAUUUUU GRAAAAUU).

HEROÍNA
… LINDO!

Contagem: 19 páginas


2 comentários

Dose Diária (SF) 05

No quinto dia terminei o quarto capítulo. A Princesa regressou ao palácio e todos viveram felizes para sempre (ou não).

Pensava escrever mais, mas saí para aproveitar o dia de sol, já para não falar que tive de trabalhar (estive sozinha, porque infelizmente uns têm mais sorte que outros).

Voltando ao que interessa, o Mascote quase foi beijado, a Princesa bem que podia ter caído da torre abaixo, e a Heroína continua a sonhar em tornar-se Princesa. Sonha, sonha …

Aqui fica o excerto:

HEROÍNA
Não havia uma lenda qualquer em que a Princesa beijava o sapo e este se transformava num Príncipe?

PRINCESA
Essa lenda é de outro reino. Aqui o Príncipe tem que chegar ao cimo da torre, beijar-me e depois levar-me para o castelo, onde todos despertarão do seu sono profundo.

HEROÍNA
Mas nesse caso não era suposto também a Princesa estar a dormir?

A Princesa cora e vira o rosto para fora, de olhos fechados, demasiado embaraçada para encarar os seus visitantes.

PRINCESA
Já me começavam a doer as costas de tanto estar na mesma posição, por isso agora durmo só de noite. Não quero arruinar a minha coluna com sono a mais.

Contagem: 15 páginas


2 comentários

Dose Diária (SF) 04

No quarto dia escrevi quatro páginas do quarto capítulo. XD
Nem de propósito, não?
Ainda continuo um pouco abaixo do objectivo (1 página, talvez?), mas nada de alarmante e vou tentar amanhã escrever mais umas quatro páginas para recuperar. Ou, quem sabe, mais? Mas eu não vou pensar muito nisso porque quando faço tensões de fazer algo, é quando tenho mais propensão a não fazê-lo.

Então hoje iniciei o capítulo da “Princesa” que é um dos mais importantes, e também dos mais engraçados (se bem que são todos engraçados, ou pelo menos tencionam ser), já que a princesa é, a seguir à Heroína, ao Mascote e ao Herói, a personagem que mais vezes vai aparecer. É muito bonita, presunçosa e vai tornar-se uma autêntica bitch (perdoem o termo).

Aqui fica um excertozinho (inho, inho, inho …):

HEROÍNA
Nós viemos para a salvar. Será que tem aí em cima alguma corda ou algo que nos possa atirar para subirmos?

PRINCESA
Não. Se tivesse já tinha descido por conta própria. Se bem que ainda assim tinha de ficar à espera do meu príncipe.

MASCOTE
E o seu cabelo? Por esta altura não estará grande o suficiente para chegar cá abaixo?

Pág. 3

Pain. 1
A princesa atira o cabelo loiro por cima do ombro, mostrando que mal lhe chega ao fundo das costas.

PRINCESA
Estava a ficar muito pesado e por isso cortei-o.

Contagem: 13 páginas


Deixe um comentário

Dose Diária (SF) 03

O terceiro dia não foi tão produtivo quanto desejaria, mas ainda assim escrevi três páginas de guião, que já não é muito mau.

Terminei mais um capítulo, o terceiro, chamado “O Herói”, que  começa com uma cena engraçada entre o Mascote e a Heroína e termina revelando um pequeno segredo na relação dos dois companheiros de armas.

Entretanto, aqui fica mais um mini-excerto:

Pain. 7
A Heroína cora e fica com cara de pervertida. O Mascote também cora, mas revira os olhos.

HEROÍNA
Ele é tão giro!

MASCOTE
Que razão mais estúpida.

Contagem: 9 páginas


Deixe um comentário

Dose Diária (SF) 02

No segundo dia só escrevi mesmo perto da meia-noite. Durante o dia andei a babar-me (literalmente) para o fantástico “Trace” (banda desenhada publicada em papel e online), pelo NastyCat (go Young Hoon), que, se não estou em erro, também foi quem fez um fantástico webcomic que li há uns anos atrás chamado Estancia, que era feito da mesma forma, com páginas verticais, umas história cheia de acção e emoção. Podia jurar que é o mesmo autor, até porque o desenho é super-semelhante.
Assim sendo, recomendo a leitura a todos. São ambos fantástico, acreditem!

Mas voltando ao assunto principal … Escrevi duas páginas, mas continuo mais ou menos dentro do programa porque a ideia era escrever 3,33 páginas por dia, e eu estou nas 6, por isso não muito longe do pretendido. Amanhã vou tentar escrever mais para ficar adiantada.

Mais um pequeno excerto:

Pain. 1
Embaraçado, o Mascote ajoelha-se na cama, pedindo desculpas à Heroína.

Legenda
Afinal não é assim tão normal.

MASCOTE
Por favor perdoa-me! Estava a sonhar e não fazia ideia que estava a violentar-te no meu sono. Perdoa-me!

Pain. 2
A Heroína sorri-lhe e passa a mão pela cabeça do seu companheiro, afável (SFX:SQSS SQSS).

HEROÍNA
Não te preocupes com isso. Já estou habituada, afinal fazes isso todas as noites.

Contagem: 6 páginas