Arquivo de etiquetas: contra-relógio

Dose diária 21

Eu mal acredito mas … vejam …. estou adiantada na contagem, por um dia. Um dia! Não posso crer!
E tudo isto mesmo quando a NaNo-meet não foi tão produtiva como as anteriores.  Imaginem se fosse.

Na NaNo-meet fizemos cinco contra relógios:

1º contra-relógio – 10 minutos – 454 palavras
2º contra-relógio – 15 minutos – 655 palavras
3º contra-relógio – 15 minutos – 665 palavras
4º contra-relógio – 10 minutos – 432 palavras
5º contra-relógio – 20 minutos – 792 palavras

Entre contra-relógios, fui escrevendo mais umas palavras, mas a maioria do tempo estivemos a falar, sobre personagens, sobre vampiros (desta vez os nossos), sobre livros, música, cinema … bem, um pouco de tudo.
No fim ainda tivemos tempo para ir dar uma volta e ver a iluminação de Natal. Antes de entrar no comboio estivemos a fazer pouco do poster de um certo filme de vampiros, que é sequela, e que, bem … nós todas adoramos gozar. Eu sei, eu sei … deviamos arranjar algo melhor que fazer, mas ao menos não perdemos muito tempo com isso.
Foi mais um encontro bem passado.

Contagem “Através do vidro“: 13 493 palavras.
Contagem total: 36 898 palavras.

Anúncios

Dose diária 14

dose_diaria_14Sábado foi dia de mais uma reunião de NaNo’s nortenhos. Tivemos o prazer de ter uma pessoa nova na reunião de ontem, mas infelizmente faltou um membro, a Madame Moderadora, que tinha outras coisas (bem mais importantes) para fazer. Espero que te tenhas divertido Madame moderadora. Para a semana lá te esperamos.

Então ontem (sábado) fomos para o mesmo café e tal, porque é um local “simpático” e bastante sossegado, embora haja sempre gente a entrar e a sair.
Fizemos seis contra-relógios e aqui fica o resultado:

1º contra-relógios – 10 minutos – 376 palavras
2º contra-relógios – 10 minutos – 555 palavras
3º contra-relógios – 10 minutos – 465 palavras
4º contra-relógios – 15 minutos – 685 palavras
5º contra-relógios – 15 minutos – 588 palavras
6º contra-relógios – 10 minutos – 459 palavras
Total: 3128 palavras.

Como podem ver saí-me melhor numas alturas do que noutras, mas também estava com umasdores de costas … nem vos conto (e hoje estou pior).

Enfim … acabei por sair mais cedo que os outros porque tinha de apanhar o comboio para casa e vejam lá que me fui esquecer do transformador de portátil. A sério, sem comentários. Agora uma colega do NaNo está a guardá-lo até ao próximo sábado, porque eu não posso ir de propósito ao Porto busca-lo. Ainda bem que a minha mãe também tem um ACER e posso sempre pedir-lhe emprestado. Sou mesmo distraída.

Contagem: 22 889 palavras.

P.S.: Estas encontros são mesmo fantásticos para aumentar a contagem (ou no meu caso, apanhar o fio à meada).

Dose diária 07

dose_diaria_7Como já aqui tinha anunciado, hoje foi o dia do encontro de NaNos (no caso NaNo’as) do Norte, no Porto. E digamos que correu bem melhor do que o esperado.
Para começar, as meninas eram todas simpáticas, super-motivadas e tinham uma contagem superior à minha (não sou invejosa, ok).
Atrasei-me, por causa dos horários do comboio, mas quando cheguei já lá estavam duas meninas (permanecerão anónimas por respeito) que reconheci de imediato. Quanto não vale ter fotos nos avatars, hem? E eu que nem sou de decorar caras nem nada. Mas não levem a mal se na próxima semana não me lembrar dos vossos nomes, Sou terrível com nomes, embora três delas sejam Ana’s. XD
Em frente …
Fomos para o café Guarany (se estão a ler isto e foram um dos muitos  transeuntes que passaram por lá e pararam para olhar para um grupo de raparigas com os portáteis abertos e uma delas com um gorro verde, então já sabem quem somos) e sentamo-nos todas juntas. Assim que todas chegaram, e depois de darmos um pouco à língua (como seria de esperar), lá fomos nós para os desafios:

1º contra-relógio (10 minutos) -> 437 palavras
2º contra-relógio (10 minutos) -> 406 palavras
3º contra-relógio (20 minutos) ->622 palavras
4º contra-relógio (12 minutos) ->452 palavras

Claro que fizemos intervalos entre os desafios, e durante essas pausas falamos de tudo um pouco, mas especialmente de livros polémicos e sobrestimados, de fangirls malucas, de plágio e de vampiros. Vejam lá!
Também falamos das nossas histórias, claro.

O lema do dia foi, segundo consenso geral: “Um bom vilão faz uma boa história”. E isto é bem verdade e eu devia aprender com esta frase épica. Não tenho lá grandes vilões, mas também nesta história não preciso de nenhum.

Em suma, foi uma experiência muito gira, que pretendo repetir. Só espero para a próxima não voltar a ser a mais lenta a teclar. Bleh!

Ah! E depois, quando o encontro terminou e eu estava no regresso a casa, de comboio, aproveite a longa viagem (35 minutos) para escrever mais um bocado. Desencantei 893 palavras no caminho Ermesinde-Nine. Nada mau!

Depois quando cheguei a casa, no final do jantar, ainda estava com a pica do meet e lá fui eu escrever mais um pouco.
No fim do dia tinha 12 402 palavras. Nada mau para quem estava atrasada um dia na contagem.

Fica já aqui o agradecimento às meninas do meet, pela simpatia e entusiasmo contagiante. Ouvir aqueles dedos todos a  teclarem dava mesmo genica para eu teclar também, embora não conseguisse escrever tanto como vocês (tenho de treinar mais).

E por hoje é tudo.