Caneta, Papel e Lápis

Um blog sobre escrita criativa, de Ana C. Nunes (A blog about writing fiction, by Ana C. Nunes)

Primeiro instinto * First instinct

10 comentários

Semanário 167

Durante a revisão de um conto, que havia submetido à Fénix fanzine, uma das mudanças que me foi sugerida fez-me pensar que, por vezes as melhores ideias são as primeiras. Isto porque a mudança sugerida era exactamente a minha ideia original, que depois acabei por alterar por me parecer mais … lógica, mas que afinal de contas não era a melhor.

Muitas vezes … ou melhor … SEMPRE que tenho uma nova ideia, para conto, romance ou banda desenhada,  a história original é uma, com vários pontos de referência. No entanto, à medida que vou explorando a ideia, seja através de apontamentos, resumos, pesquisa ou mesmo a escrita propriamente dita da história, a trama vai-se alterando. Por vezes as mudanças são subtis, mas outras vezes são drásticas. O que noto, cada vez com mais frequência, é que quanto mais velho um projecto é (ou seja, quanto mais velha a ideia original é), mais estas mudanças são gigantescas, chegando mesmo a alterar quase por completo o conceito original (ou pelo menos as sub-tramas).

Conforme a situação, estas mudanças de ‘atitude’ perante a história podem ser excelentes ou devastadoras. De tanto pensarmos num determinado problema ou assunto, por vezes achamos que ao alterarmos a raiz estamos a fazer o melhor, mas podemos não estar e o resultado pode ser catastrófico.

Felizmente não foi o caso do conto que escrevi e revi, de nome “A Dança das Letras“, mas a situação fez-me pensar noutros casos.
Este tema parece-me por isso interessante e é possível que brevemente escreva um post dedicado só a isso (que vos parece). Por hoje fica também um apontamento que, além das revisões do conto, revi mais um pouco de “Dragões e seus Sacrifícios“, mas nada de muito notório.

E vocês, já alguma vez tiveram uma ideia e depois mais tarde alteraram-na de tal forma que quase deixou de ser a mesma?
Deixem os vossos comentários.

 

*English version will be made available tomorrow*

Autor: Ana C. Nunes

I love to write, read and draw. I write novels, draw characters and, sometimes, graphic novels or comics.

10 thoughts on “Primeiro instinto * First instinct

  1. Sim, acontece-me quase sempre.
    Costumo dizer que as personagens tomam conta da história, mas a verdade é que raramente o produto final é aquilo que inicialmente planeara, Talvez, em parte, porque muitas vezes começo a história mais com uma ideia do que quero fazer, das personagens que quero pôr em movimento, do que da trama completa. Na que estou a escrever decidi mudar isso, fiz um plano em papel. Assim que comecei a escrever, mudei tudo. Até o Alma Rebelde era para ter (e teve) outro percurso, mais dramático. Neste caso, mudei a pedido ‘de muitas famílias’ (e da editora), a quem tive que dar razão, porque a tinham!😛
    Ainda não me arrependi de nenhuma mudança, mas pode bem vir a acontecer.

  2. Todos já passámos por aí. Afinal, por mais que nos custe, não vale a pena agarrarmos a certos elementos por mera teimosia, prejudicando a história…

  3. Carla,
    Também já me aconteceu mudar algo porque muita gente dizia que o devia fazer, mas no fim também acabei por perceber que tinham razão e ficava melhor mudado, tal como tu disseste.
    Eu faço o mesmo que tu fazias. Começo com uma ideia da trama, do início, do fim e de algumas cenas pelo meio, assim como um bom conhecimento das minhas personagens e do mundo em que se inserem. Depois deixo que as personagens me guiem. A história ganha mesmo vida própria e pode ser bom ou mau se nos deixarmos levar demasiado.
    Depois diz-me como corre essa experiência de delinear com mais pormenores a história antes de a escrever. Nunca experimentei esse método.

  4. Concordo plenamente, Vitor. Se algo está a estorvar a história mais do que a ajudá-la, o melhor é cortar. Mesmo que seja a cena mais bem escrita de todas, se não estiver envolvida com o resto é melhor pôr de parte.

  5. Olá!!
    Por acaso, neste momento, estou a escrever uma história, cuja ideia está totalmente diferente da original. Comecei a redigi-la no oitavo ano para algumas amigas, pois os nossos intervalos conseguiam ser muito aborrecidos. Todavia, agora estamos no décimo segundo e eu decidi reescrevê-la, porém, entendi que já não escrevo da mesma forma, nem se compara. Além de mais, reparei que tinha imensas ideias que não possuíam uma conclusão e demasiadas personagens, sendo várias delas dispensáveis. Como qualquer pessoa sensata, decidi cortar no que não interessava, acrescentar o que, pessoalmente, acharia interessante, contudo, o resultado tem-se mostrado distinto do original e tenho dúvidas quando ao seu resultado final, apesar de gostar.do que tenho até o momento.

    Sorte nº 17, NamelessGirl

  6. A mudança que foi sugerida foi com os teus beta-readers ou da própria Fénix? Se foi esta então isto é um bom prenúncio?🙂
    A mim parece-me bem um post dedicado a este tema, tenho sempre curiosidade pela experiência e conclusões que possas partilhar dos teus escritos.

  7. Percebo perfeitamente o que queres dizer, NamelessGirl. Eu também tenho ideias do meu tempo de escola que agora me parecem ‘dispersos’ a nível de enredo e personagens e que só com muitas alterações podem ser aproveitados, até quase não serem reconhecíveis.🙂
    Boa sorte com esse teu projecto. Não desanimes.

  8. Rui, a ideia também é que os outros partilhem as suas experiências. Quanto mais testemunhos, mais rico fica o tema.
    Sim, foi da Fénix que enviaram, mas as opiniões dos beta-readers são igualmente importantes.

  9. Sim, isso é o “pão nosso de cada dia”… aliás acho que “a ideia que nunca será” é sempre a que inaugura o primeiro capítulo😛

  10. Tal como tu: quanto mais velho for o projecto mais alterações sofre

Comente / Comment

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s