Caneta, Papel e Lápis

Um blog sobre escrita criativa, de Ana C. Nunes (A blog about writing fiction, by Ana C. Nunes)

Semanário 154 (Weekly 154)

5 comentários

Começou ontem o ScriptFrenzy e com ele mais um desafio que promete tirar-me algum sono. Para saberem um pouco mais sobre o que vou fazer para o ScriptFrenzy, leiam o post anterior.

Mas claro, a semana não começou ontem, por isso vamos por partes.
Como esperava, não consegui terminar o conto a tempo de submeter à antologia pretendida. Descontente com o que tinha já escrito, comecei mais uma versão que nem por isso ficou melhor. Senti que estava a divagar e a perder demasiado tempo em apresentação desnecessárias e que nada faziam avançar a história. Num conto as coisas não se podem suceder da mesma forma que num romance, há que ser mais directo e não perder tempo com coisas que não tem grande significado. Infelizmente eu estava a fazer o oposto, em ambas versões. Ainda tentei iniciar uma terceira versão, mas não deu em grandes resultados. Daí que, sem grandes arrependimentos, tenha chegado o dia de submissão à antologia e eu nada enviasse.
Como este prazo coincidia com o início do ScriptFrenzy escolhi focar-me no desafio de escrever um guião. e em alguma preparação preliminar para o mesmo. Revi a BD que tinha feito como prólogo para a história principal de “Lobo & Dragão”, criei fichas de personagens muito básicas no Celtx (programa que uso para escrever guiões) e, para desanuviar um pouco, fiz um pequeno teaser trailer que podem ver no post anterior. Foi divertido, se bem que não tenha ficado como gostaria, maioritariamente porque me faltavam as imagens certas para dar um pouco mais de vida ao vídeo.

Fora isto, no resto da semana li mais do que escrevi. Em preparação para o ScriptFrenzy li o “Understanding Comics“, o “Alan Moore’s Writing for Comics” e estou ainda a ler o “Graphic Storytelling and Visual Narrative“. Além disso terminei a leitura de outros dois livros de ficção (um dos quais no género Electropunk).

Voltando ao ScriptFrenzy, posso dizer que o desafio começou bastante bem. Antes da meia-noite, eu e mais alguns participantes estávamos reunidos no Skype, ansiosos pelas doze badaladas para começarmos a escrever (como no NaNoWriMo). Logo na primeira meia hora escrevi três páginas e meia, antes de decidir retirar-me para descansar. Fiquei um pouco confusa com o começo, pois não sabia ao certo como iniciar, mas depois de alguns percalços e ligeiras alterações, lá consegui um início que me agrada.
Durante o resto do dia escrevi mais um pouco e terminei com 7 página. Nada mau! (o mínimo por dia são 3 páginas).

E para isto não estar sempre tão parado, aqui fica um pequeníssimo excerto das primeiras páginas do guião de “Lobo & Dragão” (por favor ignorem erros e inconsistências pois não revi o texto):

«Pág. 4

Painel 1:  Numa sala de aulas semelhante à anterior, com alunos em alvoroço em todo o lado, três rapazes sentam-se em volta de uma mesa da fila da frente. KATSUNOSUKE está sentado de frente para o quadro, de costas curvadas para falar com os amigos e rosto corado; UNKEI está em frente a ele, sentado à esquerda da mesa, também curvado para a frente, de olhos abertos e curiosidade estampada no rosto. EISEN está sentado com a cadeira ao contrário, à direita da mesa, aborrecido e sem olhar para os amigos, de camisa meia aberta e rosto pousado numa das mãos enquanto olha pela janela.
Legenda: Unkei Ryusaki, 17 anos.
UNKEI: “Conta-nos tudo!”
KATSUNOSUKE: “Bem, eu estava a fazer uma experiência com os químicos …”

Painel 2: Eisen leva uma mão à boca e boceja.
Legenda: Eisen Yamaoka, 18 anos.
EISEN: “Que seca, Katsu. Passa logo à parte que interessa.”

Painel 3: Katsunosuke olha para Eisen com raiva e faiscas viajam no espaço entre os dois. Unkei sorri placidamente.
KATSUNOSUKE: “Ninguém te obriga a estar aqui.”
UNKEI: “Vá, vá. Não se zanguem logo de manhã.”

Painel 4: Katsunosuke ajeita os óculos e endireita-se na cadeira.
Legenda: Katsunosuke Genda, 17 anos.
KATSUNOSUKE: “Onde é que eu ia?”

Painel 5: Eisen, com dois dedos no rosto (da mão que apoiar a cara) e olhos aborrecidos, morde as unhas da outra mão. Unkei ri-se. Katsunosuke levanta-se da cadeira com rapidez, esfumando por todos os lados, embaraçado.
EISEN: “Na parte em que levaste a tua adorada para o quarto das traseiras e a tomaste como um louco.”
UNKEI: “HAHAHA!”
KATSUNOSUKE: “Eu nunca …!”»

Esta semana, tal como na anterior, não colocarei links externos, pelas simples razão de que não tenho lido blogs. A todos os amigos cujos posts negligenciei, peço desculpa, mas há alturas em que temos de fazer escolhas (pelo menos até as coisas melhorarem).

E para terminar, a pergunta da semana é: Gostam de banda desenhada/manga? Se sim, já alguma vez escreveram, pensaram escrever ou desenhar uma BD? Se não, há alguma razão especial para não gostarem, ou simplesmente nunca vos fascinou?

*English*

ScriptFrenzy started yesterday and with it a new challenge that promises to take my sleep. To know a little more about what I’m doing on ScriptFrezny, read the previous post.

But of course, last week didn’t start yesterday, so lets start at the beginning.
As expected I didn’t finish the short-story in time for submission. Unhappy with what I had written, I started yet another version which ended up not being much better. I felt like I was wondering and losing too much time in unnecessary introductions that stalled the story. In a short story things can’t succeed in the same way they would in novel format, one has to be more direct and not waste time on things that have no big meaning. Unfortunately I was doing the exact opposite, in both versions. I still tried a third version but I wound up not getting much result. And that’s why, without much regret, the final day for the submission came and I sent nothing.

As this deadline coincided with the beginning of ScriptFrenzy I chose to focus on the challenge of writing a script, and on some preliminary preparation for it. I reviewed the comic I had done as a Prologue for the main story in “Wolf & Dragon”, created very basic character sheets on Celtx (the software I use to write scripts) and, to try something different a little, I did a little teaser trailer, which you can see on the previous post. It was fun, although it didn’t turn out exactly as I wanted, mostly because I didn’t have the right illustrations to give more flare to the video.

During the rest of the week, I read more than I wrote. In preparation for ScriptFrezny I read “Understanding Comics“, o “Alan Moore’s Writing for Comics”  and am still reading “Graphic Storytelling and Visual Narrative“. Besides this I finished reading two other fiction books (one of which is the Electropunk genre).

Back to ScriptFrenzy, I can say that the challenge started well. Before midnight, me and a few other participants reunited on Skype, anxious for the 1st of April (much like what happened in NaNoWriMo). In the first half hour I wrote three and half pages before deciding to go to sleep. I was a little confused in the begging, not sure where to start, but then after some missteps and changes I managed a suitable beginning.
During the rest of the day I wrote a bit more and ended the day with 7 pages. Not bad for a start! (minimum day is 3 pages))

I transcribed a short fragment of my comic script above, but it’s only in Portuguese. I’m sorry!

As a goodbye, here’s the question of the week: Do you like comics/manga? If you do, have you ever thought about writing/drawing your own comic? If not, is there a special reason why you don’t like them, or is it simply not something you appreciate?

Nos meus outros blogs:
– “Understanding Comics: The Invisible Art“, Scott MacCloud;
– “Writing for Comics“, Alan Moore;
TAG – 11 respostas;
Chibis aos molhos * Loads of Chibis;
– “Paris no Século XX“, Jules Verne;
ScriptFrezny 2012;
– “Pantheons“, E.J. Dabel;

Autor: Ana C. Nunes

I love to write, read and draw. I write novels, draw characters and, sometimes, graphic novels or comics.

5 thoughts on “Semanário 154 (Weekly 154)

  1. Está giro, consigo visualizar as figuras que os jovens fazem ^^
    Quanto à pergunta, não precisas que eu responde😉 mas também gostava de saber a opinião dos outros seguidores.

  2. Não penses mais no conto: às vezes não conseguimos mesmo desenvolver certas ideias (talvez porque ainda não chegou o clik certo).
    Já pensei muitas vezes em fazer guiões para cartoon. Tenho cada ideia. E tenho mesmo ideias para skets cómicos para rádio e televisão. Depois “chago” o juízo ao meu namorado para ele voltar a desenhar… mas não ganho nada com isso…

  3. Mesmo que o teu namorado não queira desenhar podes sempre escrever os guiões e tentar angariar um artista. Há muitos que procuram bons textos para ilustrar.🙂

  4. Rui, como está a correr o teu ScriptFrenzy?

  5. Até que comecei bem mas já estou a empancar-me um bocado.
    O habitual, portanto. Devo começar a ganhar ritmo e lá para frente devo poder acompanhar-te.
    Vamos ver.

Comente / Comment

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s