Caneta, Papel e Lápis

Um blog sobre escrita criativa, de Ana C. Nunes (A blog about writing fiction, by Ana C. Nunes)

Minúcias e Opiniões (Semanário 126)

2 comentários

Quase todas as pessoas que escrevem com pretensões de publicar, têm outros que lêem os seus trabalhos e lhes dão conselhos sobre o que podem alterar. Cada opinião é única e cada uma dessas pessoas acaba por captar alguma coisa que falhou aos outros e especialmente ao próprio autor. Em inglês chamam-nos de proof-readers, o que lhes chamam em português? (sinceramente não sei; alguém me elucida?)
Este assunto surge agora porque já fui (e sou) prof-reader de algumas pessoas e recentemente, para tentar auxiliar um estreante na escrita (com quem contactei recentemente), voltei a vestir o papel.
Um bom proof-reader, a meu ver, tem de não só ver os pontos bons de uma história, mas acima de tudo os maus e aqueles padrões que todos (ou quase todos) os escritores criam sem se darem conta. Quantas vezes não fui já surpreendida por me ser apontado uma repetição recorrente nos meus textos, ou mesmo um erro ortográfico que eu nunca teria percebido que o fosse, porque aprendi que era de uma maneira e afinal era de outra?
Não posso falar pelos outros, mas sinto que quase todos os escritores devem sofrer um pouco disso. Afinal quando lemos um texto nosso estamos quase a ler o que lá devia estar escrito e não o que realmente lá está escrito. Já vos aconteceu passarem por um erro e não se darem conta, porque leram o que era ‘suposto’ lá estar? A mim já me aconteceu … mais que uma vez, mas se calhar sou só eu  que sou trapalhona a ler.

Pessoalmente gosto muito de ser proof-reader, assim como adoro o trabalho que os meus proof-readers fazem. São certeiros e avisam-me de tudo o que lhes parece ‘deslocado’, de forma a que eu possa decidir o que é realmente relevante ou não (afinal nem todos concordamos em tudo). Neste sentido, mais vale dois proof-readers opinativos  (na mão) do que dez que pouco ou nada dizem (a voar). Aí se destingem os proof-readers dos leitores e todos gostamos de ler opiniões mais sucintas, que normalmente enfatizam o bom e quase esquecem o mau (resultado do leitor), mas há momentos para tudo e quando é altura de sacar do trunfo ‘proof-reader’ é momento de dor e não de beijinhos e abraços (por mais que às vezes custe ouvir/ler certas verdades).
Finalizo no entanto por dizer, que é sempre bom quando um proof-reader, além de todo o trabalho minucioso que faz, no fim ainda comenta sobre a obra como um todo. Afinal, não é isso também importante (ou mesmo mais importante)?

E com isto tudo distanciei-me do que queria dizer no início. Isto porque, ao me tornar proof-reader de um novo escritor, dei por mim a pensar como teria sido tudo um pouco mais fácil se no início eu tivesse alguém para me guiar/apoiar.
Atenção! Não estou a a dizer que vou ser grande ajuda, ou que me considero versada o suficiente para me tornar ‘guia’ de quem quer que seja, mas acho que mesmo que a minha experiência seja ainda um adolescente em fase inicial, existem certas coisas sobre as quais posso opinar sem parecer uma sabichona com a mania que é melhor que os outros.
Quando comecei a escrever aos 14 anos, foi por birra (como o referi já algumas vezes). Acho que foi nessa altura que aprendi sobre competição saudável, embora no início a parte saudável se me falhasse muitas vezes, ou não fosse eu movida por uma rivalidade idiota que só eu percepcionava (mais tarde falei com a minha ‘rival’ e ela disse que nunca se deu conta de que eu a via como tal). Isto foi, de certa forma, muito bom para mim, pois obrigou-me a evoluir, mas a minha evolução foi só até um certo ponto porque, tanto eu como a minha ‘arqui-inimiga’ éramos verdes nos pastos da escrita, daí que não tivéssemos um guia amadurecido pela prática e dessa forma nunca tivemos quem nos rabiscasse as folhas todas com apontamentos claros sobre a nossa escrita criativa. Acho que teria sido muito bom se tal figura tivesse aparecido, mas acho que as coisas até não correram muito mal, dadas as circunstâncias.
Felizmente apoios morais nunca me faltaram, sendo a minha mãe a maior delas todas (embora não a única).

E vocês, tiveram alguém que vos auxiliasse quando começaram a escrever? Algum escritor/a e/ou professor/a?

Nota: Já perceberam que pouco ou nada fiz esta semana a nível de escrita, não? Por isso o longo discurso sem grande nexo/importância(?). perdoem-me as divagações!

Nos meus blogs Floresta de Livros e Asas da Mente:
NanoZine 3, fanzine;
Passatempo 100 seguidores;
– Garnath e a Bola de Cristal – Página 06;
Miya, um desenho;
– Booking Through Thursday – Replay.

No exterior:
Hooking the reader, no blog de Patricia C. Wrede;
The Language of Fantasy, na Fantasy Magazine;
Rewriting v. Editing, no Murderatti;
Contrast to compare, no Writer Unboxed;
Misconceptions about Outlining, no WordPlay;
Behind the Scenes: Baptismo V – Personagem do conto “Vigília”, no Crónicas Obscuras;
Why Writers Write and Readers Read, no Writer Unboxed;
5 Elements of a Riveting First Line, no WordPlay;

Autor: Ana C. Nunes

I love to write, read and draw. I write novels, draw characters and, sometimes, graphic novels or comics.

2 thoughts on “Minúcias e Opiniões (Semanário 126)

  1. “Em inglês chamam-nos de proof-readers, o que lhes chamam em português?” Eu chamo-lhes cobaias, mas eu não sou muito simpático.

    “Já vos aconteceu passarem por um erro e não se darem conta, porque leram o que era ‘suposto’ lá estar?” Acredita não és a única. Os nossos cérebros foram treinados para fazer associações (é por isso que umas pessoas lêem mais depressa que outras), infelizmente, isso nem sempre joga a nosso favor…

  2. Cobaias é realmente um nome apropriado.😄
    É bom saber que não sou só eu que faço isso de passar os olhos e não ver o que lá está. Começava a pensar que tinha um síndrome de distracção qualquer.😛

Comente / Comment

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s