Caneta, Papel e Lápis

Um blog sobre escrita criativa, de Ana C. Nunes (A blog about writing fiction, by Ana C. Nunes)

Liberdade? (Semanário 118)

5 comentários

Na semana que terminou, estive focada maioritariamente no desenho (como se pode ver pela lista de links para o meu blog de arte, abaixo), mas também tive tempo para pensar.

Sinto-me um pouco vazia, quase que inútil, porque esperei que neste intervalo entre escritas, me viessem à cabeça muitas ideias.Contava que várias dessem contos, outras me inspirassem para mais romances (não que eu já não tenha ideias que cheguem), mas parece que o meu cérebro tirou férias MESMO.
A verdade é que também não quis esforça-lo a pensar muito, porque se o exercitasse algumas ideias surgiriam (e surgiram, só que eu decidi que não valiam a pena). Há muito tempo que não me sentia assim, quase que … livre.
Escrever não é uma coisa para uma ou duas horas por dia. Não equivale ao tempo que estamos em frente a um computador a teclar, ou de um caderno a escrever. Também não é isso somado ao tempo de pesquisa e brain-storming. Não! É bem mais que isso.
Pelo menos para mim é. Quando estou a escrever uma história, ou a pensar escrevê-la, essa história, as suas personagens, o seu mundo, tudo me entra pela cabeça e a enche, 24 horas por dia, 7 dias por semana (ou quase). Dormir? Durmo sim, mas até aí eles entram. Parece cansativo, parece enlouquecedor, e por vezes consegue sê-lo (especialmente quando são duas ou três histórias a quererem protagonismo ao mesmo tempo), mas por outro lado é reconfortante. Sentimos que estamos a caminho de algo, a trabalhar para qualquer coisa minimamente significativa e que conseguimos lidar com isso da melhor maneira, à nossa maneira.

Agora, com este silêncio quase constante, onde apenas alguns vislumbres despontam por entre o nevoeiro na minha cabeça, sinto-me quase … vazia. Faz-me bem, porque me sinto menos cansada, menos apressada, mas de certa forma sinto falta do caos mental.
O que me vale é que sei que bastará abrir um documento vazio e meter os dedos nas teclas. A coisa saíra por si, como água. Se valerá a pena ou não, se será merecedor de publicação ou não, isso é irrelevante, pois estarei de novo a escrever, e mais tarde ou mais cedo vou escrever algo que adoro … mesmo que os outros não pensem o mesmo.

Isto tudo para dizer que, possivelmente, esta semana que começou hoje, será a que assinala um novo regresso ao trabalho literário. Tenho muito para fazer nos próximos meses. Os contos ficam para outra altura, vou atirar-me de cabeça ao “Alma“. E esta vai doer, pois não será uma revisão. Não. Uma revisão não chega. Vou ter de reescrever a história TODA. (Ai Credo!) Dei-me conta disto, ainda mais do que antes, durante a última semana.
Primeiro vou ler a versão anterior, apontar as cenas absolutamente cruciais e decidir quais eliminar e que outras adicionar (vão ser muitas, e ou muito me engano ou ainda vou ter de dividir este livro em dois). Depois da releitura e da reorganização de todo o enredo, vou partir para a reescrita. E vai doer!
Não queria fazer isto a três meses do NaNoWriMo, porque sei que três meses não serão suficientes para pôr a história completa no papel (mais uma vez), mas sinto que é hora e sinto que preciso disto. Entretanto vou alternando a escrita com o desenho e a BD, pois aproxima-se uma data especial para mim e quero completar umas BDs para a ocasião (a ver se consigo).

Quando vocês fazem uma pausa na escrita, sentem falta do tempo que passam a escrever?
E por falar no NaNoWriMo, será que eu sou a única ‘maluca’ que já está a ponderar que história vai escrever em Novembro?

Nos meus blogs Floresta de Livros e Asas da Mente:
-Top Ten Tuesday – Books that should be required read for teens;
Hedo, uma ilustração;
– ::Filme:: Harry Potter e os Talismãs da Morte – Parte 2;
Catalysm, um desenho;
Bang! nº10, revista;
Fusae, um desenho;
– Booking Through Thursday – Releituras (Repeats);
Edana, uma ilustração;
Gabriel da trilogia “Império Terra”, fanart;
Desconhecimento ou Ingenuidade;
Samantha, uma ilustração;
Tama e Gekko, um desenho;
– “As Cidades Invisíveis“, de Italo Calvino;

No exterior:
Behind the scenes, work in progress II, no Crónicas Obscuras;
Rude Awakening, no A Novel Idea;
Illustrate Your Character Through His Surroundings, no WordPlay;
Character and Plot—One and The Same Thing?, no WordPlay;
What “The Story Knows Best” Really Means, no Wordplay;
Behind the scenes: Os Midwaay, no Crónicas Obscuras:

Autor: Ana C. Nunes

I love to write, read and draw. I write novels, draw characters and, sometimes, graphic novels or comics.

5 thoughts on “Liberdade? (Semanário 118)

  1. Isto bem TÃO a propósito. Wow.

    Sim, eu sou daquelas que enlouquece entre projectos. Escrever é, como dizes, uma actividade literalmente a tempo inteiro. Portanto, quando não tenho nada para escrever… sinto-me mal. Fiquei seriamente deprimida quando acabei o Fallen. Gostava de estar a gozar, mas nope.

    E sim, já estou a planear o meu NaNo. Pela primeira vez. EVER. Quer dizer, costumava usar o NaNo como trinta dias de brainstorming, mas apercebi-me ontem que não preciso de mais ideias, preciso de mais livros escritos. Therefore, vou atirar-me a Muses com unhas e dentes, e escrever outro livro em Novembro, porque tive a ideia mais absurdamente mórbida há dois dias e preciso de a escrever.

    Pois, bem. E é isso. Boa sorte com o ‘Alma’! Sabes que estou disponível se precisares de alguma opinião ou review!

    xx

  2. Depressão pós-escrita!😄 Parece quase ridículo, mas compreendo bem o que queres dizer. É fantástico mas triste quando terminamos um projecto.

    Estou muito curiosa quanto ao Muse, e faço minhas as tuas palavras: se precisares de opinião, avisa. (já agora fiquei curiosa quanto ao projecto que queres escrever no Nano.🙂

  3. Acabei de me aperceber que escrevi ‘bem’ em vez de ‘vem’. WHAT IS THIS NONSENSE.
    Oh well. É difícil escrever com um saco de gelo em cima da mão. LOL

    Vou fazer uns quantos posts sobre os meus novos projectos um dia destes. Preciso de reanimar o meu blog de escrita!

    xx

  4. “Quando vocês fazem uma pausa na escrita, sentem falta do tempo que passam a escrever?” Sim e a coisa só é atenuada pelo facto de mesmo que não esteja fisicamente a escrever (teclado e tal) continuou a trabalhar no projecto. Nisso funciono como tu. Aliás acho que se parasse completamente o meu cérebro embotaria de tal maneira que não sei se seria possível recuperar.

    “E por falar no NaNoWriMo, será que eu sou a única ‘maluca’ que já está a ponderar que história vai escrever em Novembro?” Sim, mas acho que estou prestes a tomar a decisão final.

  5. Vitor, vais ver que vais gostar de participar no NaNoWriMo e percebo perfeitamente o que queres dizer com o não estar a escrever fisicamente,, mas estar a fazê-lo ainda assim (mentalmente).

Comente / Comment

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s