Caneta, Papel e Lápis

Um blog sobre escrita criativa, de Ana C. Nunes (A blog about writing fiction, by Ana C. Nunes)

Co-autoria (Semanário 111)

4 comentários

A semana que terminou, foi até bastante preenchida a nível literário. Trabalhei todos os dias (tirando fim-de-semana) no “Dragões e seus Sacrifícios“, e estou bastante contente com os resultados. A história escapou-se ao meu controle e tomou vida própria, o que me proporcionou autênticos momentos de surpresa. Redescobri algumas das personagens e conheci outras, além de que tenho agora uma noção clara de como vou chegar ao fim da história (até aqui sabia qual ia ser o final, mas não o exactamente o que levaria a ele – são aqueles detalhes que só desvendamos quando estamos a escrever o romance pela primeira vez).
Estou confiante que muito em breve terminarei este romance e poderei passar a outros assuntos literários.

Também na semana passada surgiu uma oportunidade interessante de parceria com um desenhador, para fazer uma BD. A ideia é que eu escreva o guião e ele desenhe. Não vou revelar nomes, para já, porque ainda nada é definitivo, mas assim que souber algo em concreto deixarei aqui mais pormenores.

Noutro assunto, na quarta feira passada enviei participações para dois concursos, e estou a ponderar mais alguns. Não sei se sou só eu que tenho um pouco de ‘receio’ destes concursos, mesmo dos que sejam claramente legítimos, pois por vezes têm cláusulas que provocam algum incómodo. No entanto, acho que pesando bem os prós-e-contras, não são uma alternativa má. Não vou referir quais os concursos em que participei, nem as obras que submeti (embora este último ponto seja quase óbvio), para não dar ‘azar’ (não acredito muito nestas coisas, mas de que serve andar a contar a toda a gente, se há a grande probabilidade de no fim não dar em nada?)
Noutra nota, nos últimos tempos tenho pensado, com uma certa frequência, nos livros escritos a duas ou mais mãos (também as antologias me têm populado as ideias, mas isso é outro assunto). Sempre tive alguma curiosidade em perceber como dois autores, que possivelmente moram longe um do outro e têm estilos um pouco diferentes, conseguem co-autorar uma obra literária que não fique uma confusão total.
Na verdade já o fiz uma vez, há muito tempo atrás, nos primórdios da minha jornada narrativa. Foi com a amiga (Natacha Salgueiro), cujo talento invejei e que acabou por ser o motivo principal porque me meti a escrever as minhas primeiras histórias. O nome desse trabalho conjunto ilude-me neste instante, mas lembro-me bastante bem do que falava. Na altura eu e ela decidimos qual seria a trama central e cada uma de nós alternava a escrita de um capítulo. Foi interessante, mas não pensei nunca voltar a fazê-lo.
Hoje em dia vejo as coisas de um prisma um pouco diferente. Se por um lado gosto da independência que escrever sozinha me traz, por outro parece-me que seria um desafio muito interessante escrever um livro em co-autoria com outro/a escritor/a.
Não é que esteja a ponderar fazê-lo nos próximos tempos (tenho demasiados projectos em mãos, para me arriscar em algo semelhante), mas quem sabe, um dia?

E vocês? Já o fizeram alguma vez, ou gostariam de fazer? Têm alguma ideia de com quem gostariam de trabalhar em algo assim?

No Floresta de Livros:
Soberba Escuridão – divulgação;
– Top Ten Tuesady – Books you lied about;
– Booking Through Thursday – Rotina;
– “A Filha da Floresta“, de Juliet Marillier.

No exterior:
Return to Writing in Six Steps, no How Not to Write;
Tertúlia Literária do Clube Ana, no Cadernos de Daath;
How Does Reading/Writing Fantasy Feel?, no The Enchanted Inkpot;
Why it isn’t about the Big Publishing Deal, no The Innocent Flower;
Break these rules, no Soul of a Word;
Beating the Odds, no EEV’s Blog;
Has your protagonista changed his ways?, no WordPlay;
So you want to be a professional writer?, no Writer Unboxed;
Why Science Fiction needs Violence, no Tor.com;
The Narrative Arc of a Few Remarks, no Soul of a Word;
The Sky is Falling! Will Be Falling! Might Be! Maybe…, no blog de Karina Copper;
Eis, A Meu Ver, O Rosto Do Verdadeiro Terror, no Efeitos Secundários;
The Juggling Act, no Writer Unboxed;
Are Happy Endings a Must?, no WordPlay.

Esta semana houve também lugar para uma troca de opiniões sob a forma de blog posts, sobre o FC&F em Portugal, e a exigência literária que deve ser presença nacional:
A Estrada e a Catacrese, no I Dream in Infrared (em resposta a “Hipérbole e Consequência“);
Road to Nowhere, no Blade Runner (em resposta a “A Estrada e a Catacrese“);
Ala … Triste – Uma última opinião, no I Dream in Infrared (em resposta a “Road to Nowhere“)
Hell hath no fury like a worn cliché, no Blade Runner (em resposta a “Ala … Triste – Uma última opinião“);
São bandos de pardais à solta, no Efeitos Secundários (em relação a todos os posts anteriores);

Autor: Ana C. Nunes

I love to write, read and draw. I write novels, draw characters and, sometimes, graphic novels or comics.

4 thoughts on “Co-autoria (Semanário 111)

  1. Para mim, escrever em parceria… nah, acho que não ia funcionar. Tenho demasiadas manias para poder fazê-lo. Se já trepo paredes a escrever trabalhos académicos em grupo, então imagina livros inteiros! LOL

    Antologias, claro. Mas isso é basicamente trabalhar sozinha e depois juntar, portanto não conta.🙂

    Boa sorte com os concursos!

  2. Rafaella, por um lado penso exactamente como tu, e por isso até hoje não voltei a ponderar tal hipóteses, mas ultimamente tenho lido sobre várias formas diferentes de fazer uma parceria literária funcionar, e parece-me interessante (quanto mais não seja pelo desafio). No entanto teria de ser com alguém que me complementasse a nível de escrito, e a quem eu complementasse também de alguma forma. E encontrar tal pessoa não será coisa para ‘já’.😀

  3. Eu sou terrível em trabalhos de grupo. A única forma em que uma parceria poderia eventualmente resultar comigo seria em fanfiction (ou roleplaying em fóruns) ou num livro escrito sob a forma de cartas entre duas personagens (na verdade, acho que já li algo assim).

    Boa sorte para todos esses concursos, já agora🙂
    (e por falar em concursos, qual era aquele concurso de contos infantis que costumava haver? sabes alguma coisa sobre isso?)

  4. Babs,
    De contos infantis não me estou a lembrar de nenhum, mas vai a este site e procura: http://www.concursosliterarios.benfazeja.com/

    Eles lá têm praticamente todos os concursos existentes.

Comente / Comment

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s