Caneta, Papel e Lápis

Um blog sobre escrita criativa, de Ana C. Nunes (A blog about writing fiction, by Ana C. Nunes)

Dose diária 11

4 comentários

dose_diaria_11Hoje recebi o meu novo (e primeiro) computador portátil.  Ou seja, passei o tempo que tive livre a configurá-lo.
É lindo!
Hoje consegui escrever qualquer coisinha, mas espero que agora, que tenho o novo portátil, a escrita flua ainda melhor. Amanhã tenho de ter, pelo menos 20 000 palavras.
Consigo?
Não sei. Mas vou tentar.
Como não tenho, para já, grandes distracções no portátil, vai ser mais fácil concentrar-me, por isso pode ser que me beneficie, como eu desejo que faça.

Depois de ler a PepTalk desta semana, pela Lynda Barry, tive uma vontade enorme de voltar a escrever à mão. Não sei se alguma vez o disse aqui, mas sempre adorei escrever à mão. Tal como ela diz no email, a verdade é ques a escrita manual dá outra voz à história. Temos mais amor (ainda) ao que escrevemos e, de alguma forma, tudo parece fazer mais sentido.
Sempre que posso escrevo no papel. Não tenho uma letra muito bonita, mas percebe-se e eu adoro ver aquelas folhas cheias de texto, riscadas em algumas partes, e com pequenos desenhos nos cantos (graças aos momentos em que me sinto bloqueada). Admito, com muito gosto, que as minhas primeiras histórias foram escritas à mão e só depois passadas a computador, e até hoje, continuo a guardar essas folhas manuscritas. Dá-me a sensação de  ter feito algo palpável, algo que não acontece com o texto no computador, pelo menos até ao momento em que o imprimimos, e mesmo aí não é a mesma sensação.
Gostava de voltar a esses dias, mas hoje dia sou mais prática, dou-me conta que escrever à mão, para depois ter de passar tudo a computador, consome muito tempo, embora, bem vistas as coisas, não era um mau processo, já que ao passar a computador, corrigia de imediato erros de estrutura e dava-me conta de repetições excessivas.
Quem sabe não volto aos velhos hábitos. Vontade não falta.

Contagem: 15 021 palavras.

Autor: Ana C. Nunes

I love to write, read and draw. I write novels, draw characters and, sometimes, graphic novels or comics.

4 thoughts on “Dose diária 11

  1. Eu cá não escrevo à mão porque depois acabo sempre a distrair-me e a desenhar bonequinhos na folha. Às vezes escrevo à mão para organizar as ideias para a história ou para apontar o nome das personagens e características mas de resto não sou grande fã.

  2. Eu adoro escrever à mão e concordo plenamente com tudo o que foi dito – as personagens ficam mais consistentes, com mais vida. Ficam mais pessoais para ti como escritora e criadora, como se fossem parte de ti, pelo esforço dedicado ao “desenhar” a escrita que os descrevem (as personagens) como seres.
    Boa sorte com o NaNo. Este ano não participei, as coisas andam complicadas demais para eu poder participar, não há simplesmente tempo nenhum. Mas se tudo correr bem, para o NaNo de 2010 conta comigo.
    Vais ter concorrência… lol
    Só não vou poder é assistir as reuniões do NaNolicos Anonimos, lol – vou estar um tanto quanto longe.
    Tudo de bom para ti.
    Beijo**

  3. Mal posso esperar pela (maravilhosa) concorrência. Olha que vou-te chatear até dizeres que sim (para o ano que vem). Vai ser bom ter um amigo no grupo e mesmo que não estejas nas reuniões, não há mal, podemos sempre fazer uns contra-relógios digitais (via msn). Já há quem o faça.

  4. Deal!😉
    **

Comente / Comment

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s