Caneta, Papel e Lápis

Um blog sobre escrita criativa, de Ana C. Nunes (A blog about writing fiction, by Ana C. Nunes)

Prato principal

4 comentários

21_pratoprincipalA afluência de pessoas à cantina, todas as noites, era um espectáculo impressionante. Estudantes, funcionários, agentes, todos tinham algo para comer naquele enorme salão da era vitoriana, reaproveitado para um serviço mais comunitário que a simples dança ocasional.
Alana, uma jovem de longos cabelos loiros e baixa estatura, entrou na fila que avançava a passo de caracol. O tabuleiro castanho, seguido dos talheres, guardanapo, pão saloio, copo e uma pequena garrafa de água, deslizaram pelo corrimão, sob a mão dela.
“Boa noite, linda.”
Alana estremeceu ao ouvir uma voz conhecida a soprar no seu ouvido. Com um movimento rápido, levou o cotovelo na direcção do seu, mais que indesejado, companheiro.
“Boa noite, só se for para ti.”
Ele desviou-se sem dificuldade, mergulhando o rosto no seu próprio tabuleiro e sorrindo de orelha a orelha. – “Tem calma, fofura.”
“Não me chames isso.”
Ele ergueu-se novamente em toda a sua glória. Quase dois metros de pura imposição corporal. Ele era capaz de ameaçar qualquer um, mesmo quando essa não era a sua intenção. Mas Alana não se deixava intimidar.
“Tu és tão stressada. Tens as veias a saltar-te da testa, querida.”
“Não te preocupes que não vão explodir e banhar-te em sangue, ok?”
“Uma pena …”
Ela grunhiu qualquer coisa enquanto tentou ignorá-lo e avançou um pouco mais com o seu tabuleiro.
“Carne, Peixe, Vegetariana ou Surpresa?” – A mulher de idade que a cumprimentou, por detrás do balcão, com uma cara carrancuda, segurava na mão uma enorme colher de pau e exultava uma aura de ‘não quero discussões aqui’, que impunha mais respeito que a estatura do homem ao seu lado.
“Vegetariana, por favor.”
“Para variar …” – O sarcasmo intencional do homem, não foi bem vindo.
“Escuta, Giorgio. Lá porque tu tens uma dieta selecta, não quer dizer que possas meter o bedelho no que eu como.”
“Mas vegetais e fruta … é triste!”
Ela quase lançou o cotovelo novamente no ar.
“Ignora-o, ignora-o.”
“Eu consigo ouvir-te, doçura.”
Ela estava prestes a rebentar, mas a servente fez o favor de interromper a tensão, pousando ruidosamente o prato no tabuleiro de Alana.
“Próximo!”
“AB positivo, por favor.”
Alana suspirou de alívio quando deixou a fila e prosseguiu para uma das poucas mesas ainda vazias. Aquele homem punha-a numa pilha de nervos.
Sentou-se e antes mesmo que tivesse oportunidade de começar a comer, já ele estava sentado à sua frente. Ela rugiu como uma leoa feroz.
“Vá, vá. Sabes muito bem quais são as regras.” – O sorriso constante dele, só serviu para a pôr ainda mais azul de raiva.
“Quem fez essas malditas regras devia arder no fogo do inferno.”
Ele soltou uma gargalhada e girou o temporizador na tampa da sua caneca de litro. – “Acho que já lá esteve durante muito tempo.”
O estômago de Alana deu umas voltas e fez um barulho como quem queria vomitar.
“Não sejas assim, fofa. Eu também não sou fã da tua comida, mas ao menos não me dá vómitos ver-te comer.”
“Eu como comida normal!”
“Normal para ti, queres tu dizer.”
Alana ignorou-o e levou uma garfada de salada exótica à boca.
Sentiu um arrepio na espinha e olhou de relance para o homem à sua frente. Ele lambeu os lábios de forma sedutora.
Eeeeeeeewwwwwwwwww!
“Que foi?”
“Tu acabaste de olhar para mim como se eu fosse um aperitivo.”
“Estava a pensar mais em prato principal, doçura.”
Nojento! Afasta-te de mim.”
Ele voltou a soltar uma gargalhada sonora e várias pessoas olharam na direcção dos dois. Alana abaixou o rosto e devorou, literalmente, a sua refeição.
Um suave ‘plim‘ soou do temporizador no tabuleiro da frente e ela viu-o lamber novamente os lábios enquanto retirava a tampa e levava o copo à boca.
Alana observou, como que hipnotizada, enquanto ele bebia avidamente o líquido vermelho, sem desperdiçar uma única gota. A maçã de adão dele subia e descia no seu pescoço, como uma relógio compassado.
Quando ele finalmente terminou, com um suspiro de satisfação, Alana reparou que quase se tinha esquecido de comer. Tentando esquecer a imagem dele a devorar o sangue, ela depenicou lentamente no seu prato, já sem grande fome.
“Tens que comer tudo senão ficas fraca. Não te queremos com anemia, pois não?”
Ela olhou-o incrédula.
“O que é que isso tem a ver contigo?”
Ele sorriu e interligou os dedos por baixo do queixo, olhando-a como um predador olha a sua presa.
“Querida, eu gosto mais quando o teu sangue flui bem pelas tuas veias. É mais fácil lutar a teu lado quando sei que não vais desmaiar a meio de uma missão.”
“És tão atencioso.” – Ela usou o tom mais sarcástico que conseguiu.
“Só contigo, querida.”
Ela revirou os olhos e continuou a comer, desta vez já com mais vontade.
Ele continuou a observá-la, incitando-a a comer mais. Ela tentou não pensar muito nisso e terminou o mais depressa que pôde. A companhia dele deixava-a nervosa, mas trabalho era trabalho.

Nota: Este texto faz parte do universo do meu novo projecto, temporariamente apelidado de PFA. E antes que perguntem … não, não é só sobre vampiros, muito longe disso aliás.

Autor: Ana C. Nunes

I love to write, read and draw. I write novels, draw characters and, sometimes, graphic novels or comics.

4 thoughts on “Prato principal

  1. Olá!!! Gostei muito do texto. Não estava nada à espera que fosse sobre vampiros, aliás, demorei a processar quando o Giorgio disse “AB positivo, por favor.” A Alana fez-me lembrar a rapariga da outra história (aquela que eu também comentei).
    Sem querer ser chata, tens algum livro publicado?

  2. Babs,
    não tenho nenhum livro publicado … ainda. O futuro dirá se tenho talento e sorte suficientes para ser publicada.
    Obrigada.

  3. Pingback: Semanário 38 « Caneta, Papel e Lápis

  4. Pingback: Entrevistas e NaNoWriMo! | Caneta, Papel e Lápis

Comente / Comment

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s