Caneta, Papel e Lápis

Um blog sobre escrita criativa, de Ana C. Nunes (A blog about writing fiction, by Ana C. Nunes)

Semanário 13

6 comentários

semanario_7Finalmente consegui terminar uma das cenas que considero ser mais cruciais no “Angel Gabriel“. Demorou, mas lá consegui.

Contagem: 65 000 palavras

A semana que passou foi fértil em ideias para outros projectos, vi-me especialmente entranhada numa ideia que já havia surgido em Dezembro e que tem o nome provisório de “PFA“. Tinha tantos pensamentos, tantas concepções sobre esta história que tive de ter muita força de vontade para não largar o “Angel Gabriel” e ir a correr escrever este novo livro.

Deve acontecer aos outros também, mas eu vejo-me constantemente inundada por boas ideias. Tantas que acho que uma vida inteira não será suficiente para as expor completamente, especialmente se continuar a ser bombardeada quase todos os dias, como tem acontecido recentemente.
Não me interpretem mal! Eu adoro ter imaginação fértil, mas é bastante frustrante quando sei que não posso escrever tudo ao mesmo tempo e especialmente quando perco algumas boas noções, só porque não tenho papel e caneta por perto (o que felizmente acontece muito raras vezes, já que eu ando sempre com estas duas coisas atrás de mim).

Não vou dar pormenores sobre “PFA” porque  ainda está numa fase muito prematura, embora já tenha uma ideia bastante sólida sobre o que será e até aonde irá, e deixem-me que diga que irá longe (em contagem de palavras e quantidade de volumes)

Não vai haver excerto esta semana, porque tudo o que escrevi revela mais do que o que pretendo expor da história central de “Angel Gabriel“. É o resultado de estar a aproximar-me do final.

Autor: Ana C. Nunes

I love to write, read and draw. I write novels, draw characters and, sometimes, graphic novels or comics.

6 thoughts on “Semanário 13

  1. YAY! Novas ideias para ti também!
    Acho que nenhuma de nós terá problemas em seguir em frente depois de terminar as nossas correntes masterpieces…😀

  2. Com tanto para escrever, esse vai ser o menor dos meus problemas. Nem sei qual vou fazer depois do “Angel Gabriel” … são tantos …

  3. Deve ser mesmo o problema comum, o excesso de ideias. Acho que se há algum impulso em especial para nos pormos (me pôr) a escrever, é querer “honrar” a ideia e ter medo de que ela se canse por aqui, vá dar uma volta e nunca mais volte🙂.

    E esta gente que consegue dar a volta aos seus NaNos faz-me cá uma dor de cotovelo.

  4. Coitados dos cotovelos! Põe-lhes um creme hidratante e faz-lhes umas massagens que isso passa.
    Mas olha que eu tenho uma amiga que também escreve e ela diz que não tem este problema de excesso de ideias. S e calhar só as mais afortunadas é que se afogam nos seus pensamentos, como nós …😄

  5. Nah nah, geleia real é que é! Pelo menos é o que a minha mãe me anda a impingir para o BdF.

    E WTF? Existem escritores sem excesso de ideias? Parece-me complicado. Quer dizer… com que é que passam o tempo quando não estão a escrever, então? :S

  6. Aparentemente a trabalhar, namorar e a conviver. O que é sempre bom!😄

Comente / Comment

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s